buscando cartão
site seguro

5 dicas para poupar dinheiro e investir a longo prazo

Saiba como fazer diferente de 70% dos brasileiros, que não guardam dinheiro e não sabem investir

Atualizado em setembro 7, 2021 | Autor: Michelle
5 dicas para poupar dinheiro e investir a longo prazo

Para alguns, falar de investimentos em tempos de pandemia, não soa bem.

Muitos tiveram perda de emprego e a queda nos rendimentos durante a pandemia.

Anúncios


Mas nem todos perderam dinheiro, apesar das incertezas destes dois anos pandêmicos.

Um levantamento da Confederação Nacional da Indústria chegou à conclusão que mais de 30% dos brasileiros gastaram menos na pandemia.

Um a cada três brasileiros guardaram mais dinheiro durante a pandemia.

Anúncios


O grande problema é que muitos guardam e não sabem o que fazer com o dinheiro.

Não dá para marcar bobeira e ser presa fácil para golpista ou piramideiro.

Se você conseguiu guardar grana, é chegado o momento de se reorganizar e definir as prioridades.

Anúncios


Caso você esteja no vermelho, o caminho é o mesmo: organizar as finanças, gastar menos e definir as prioridades.

Para isso, garimpamos três dicas de como poupar dinheiro e começar a investir.

Saiba como ter um bom motivo para poupar

A maioria não guarda um tostão furado no final do mês apenas por um motivo bem banal: falta de um objetivo.

Como não tirar um tempo para refletir sobre suas finanças e sobre seu futuro, é comum o brasileiro conduzir sua vida financeira como um barco à deriva: segue o vento, pra ver onde vai dar.

Você precisa estabelecer um motivo que vai te fazer economizar.

Se você tiver este objetivo em mente, se você souber por que está poupando dinheiro, as coisas ficam mais fáceis.

É claro, você precisa saber poupar, antes de mais nada.

Este bom motivo pode ser comprar um carro, reformar ou ampliar a casa, fazer uma viagem ou simplesmente guardar pensando para ter um colchão de rendimentos no futuro.

É como um prêmio para você. É como ter um troféu no final do campeonato.

É algo como você se sacrificar hoje para comemorar amanhã.

Acredite, parece tão simples, mas muitos não têm isso. Eles até querem o prêmio, mas como fica algo distante, não consegue juntar um real hoje para ter 10 reais amanhã.

Entenda suas finanças e saiba quanto gasta por mês

O item 1 é a coisa mais fácil do mundo. Quem é que não tem um bom motivo para poupar!

Guardar dinheiro ninguém quer, mas querer ter dinheiro para comprar isso e aquilo, pode ter certeza que isso todo mundo quer.

Pois bem, estabelecido este bom motivo, depois de colocado no papel o que você quer como prêmio, agora é guardar dinheiro para chegar lá e poder desfrutar deste prêmio.

E o primeiro passo disso tudo é entender seu orçamento pessoal, é saber quanto você ganha e quanto está gastando.

É claro que nem você e nem ninguém gosta de ficar guardando notinhas e tíquetes de estacionamento para criar uma planilha de gastos.

Mas, se você conseguir, por um ou por dois meses, colocar estes gastos na ponta da caneta, você vai descobrir os gastos ocultos que você não dá atenção, mas corroem seu dinheiro todos os meses.

Com isso, você vai conseguir analisar se consegue cortar alguns desses gastos ou adiá-los.

Como ainda estamos na teoria, aproveite as planilhas e as anotações e defina quanto você quer economizar todo santo mês.

Tem quem use a técnica do 50-30-20, ou seja, 50% do orçamento vai para despesas básicas, 30% para as não essenciais e 20% fica retido para uma poupança financeira que vai gerar o seu futuro.

Há gurus financeiros que defendem que o percentual de economia, para o início desta jornada, seja de apenas 10%.

Pode parecer um percentual baixo, mas, acredite, é muita coisa para quem não guarda nada. Ou, às vezes, para quem gasta mais do que ganha.

Independente do percentual, o mais importante é você definir quanto quer economizar todos os meses. Seja em valor, em cifra, ou seja, em percentual. Uma vez definido isso, siga à risca. Este dinheiro, como não dá para guardar no colchão, faz um pequeno investimento, que seja sem taxas e de fácil acesso, como uma poupança.

A questão aqui é tirar o dinheiro da frente do seu olho. Sabe como é, longe dos olhos, longe do coração e da vontade de gastar.

Quando menos você esperar, terá uma generosa poupancinha, um bom valor acumulado.

Veja quando é hora de você começar a investir

Quando você tiver uma quantia relativa guardada, chegará a hora de investir.

É aqui que muitos caem do cavalo.

Muitos demoram meses ou anos guardando seu dinheirinho, que rende pouco, mas aí resolvem investir.

E nesta hora, mesmo que tenham o perfil conservador, querem enriquecer do dia para a noite.

E aí se atiram em falsas promessas, sem entender do mercado. Este é o perfil preferido pelos golpistas ou quem é adepto das pirâmides financeiras.

Retorno rápido e enriquecimento mais ligeiro ainda.

Aqui, nesta hora, é o ponto chave do seu sucesso ou do seu fracasso financeiro.

Guardar dinheiro no colchão ou na poupança, no início, é o mais recomendável. É melhor do que não guardar nada.

Mas a partir do momento em que esta quantia ficar maior, você pode fazer um investimento. O recomendado é que você possa ir estudando o mercado financeiro enquanto guarda o dinheiro

Jamais invista em algo que você não conheça. Aproveite este tempo para aprender sobre finanças.

Antes de investir seu suado dinheirinho, veja qual é o perfil de investidor com um profissional da área, se você é conservador ou nem tanto.

Se você se preparar e tiver um corretor da área financeira para te ajudar, jamais comprará gato por lebre.

As opções não mudam muito, ao longo dos anos, além da bolsa de valores, dos fundos imobiliários, do investimento em imóveis, há a renda fixa, como CDB e tantos outros.

Com boas escolhas, o seu dinheiro poderá crescer. E aí sim, ocorre a multiplicação dos pães, pois além do dinheiro está investido e crescendo, você continua poupando e colocando seu dinheiro neste investimento.