buscando cartão
site seguro

5 profissões para quem gosta de ler

Se você adora leitura, veja está pequena lista com 5 profissões que possam te interessar

Atualizado em agosto 17, 2021 | Autor: Michelle
5 profissões para quem gosta de ler

Quando se está para escolher uma faculdade ou curso profissionalizante, muitas vezes não se tem um contato mais direto com a profissão que aquele estudo te direciona. Assim, constantemente, vemos jovens perdidos em um momento tão decisivo da vida adulta. Escolher uma carreira nem sempre – ou quase nunca – é fácil. Tudo acaba dependendo de suas possibilidades, habilidades e de um certo contato prévio com a área.

Os testes psicológicos de aptidão vocacional acabam por ser uma das ferramentas usadas para auxiliar na escolha de uma profissão, tendo por base as tendências de cada indivíduo com as matérias que normalmente se relacionam com a profissão. Se você não tiver afinidade com cálculos, não lhe será recomendado o curso de engenharia, por exemplo. Em contraponto, nas áreas a seguir descritas, o gosto pela leitura e pela escrita, podem facilitar a sua caminhada profissional. Vejamos:

Anúncios


Advocacia

Dentre as profissões da área jurídica, a advocacia é uma das que mais exigem atualização e aplicação de conhecimento à prática diária. O advogado está sempre em uma disputa de interesses, representando um dos lados da lide. Esse cenário combativo de ideias, traz a necessidade do domínio das leis e da escrita. Logo, a leitura é uma necessidade para a atualização do conhecimento do advogado que deve acompanhar as mudanças da lei e sua aplicabilidade.

A leitura teórica é alimento de sua escrita prática, não havendo dissociação dessas vertentes no cotidiano do advogado. Todos os dias em seu trabalho, a interpretação dos códigos, leis, decretos, contratos e acordos é uma realidade recorrente. Assim também os pedidos, manifestações, contestações e recursos, são escritos em uma atenção virtuosa e direcionada, que só a técnica de quem se dedica à linguagem aplicada pode trazer.

Biblioteconomia

A profissão do bibliotecário está hoje muito bem cotada na área digital. As empresas da área de tecnologias da informação estão buscando nesses profissionais o know how organizacional no gerenciamento de conteúdo e, juntamente com programadores, direcionando estratégias para atingir os clientes.

Anúncios


Isso mostra que além do trabalho tradicional de organização e curadoria de conteúdos impressos, os bibliotecários têm hoje um papel reconhecido no ambiente digital. Nos dois casos, os bibliotecários devem dominar as técnicas de classificação, catalogação, indexação, e disseminação seletiva de informações, validando as informações disponibilizadas. Deste modo, a leitura é essencial e a escrita faz parte de todo o arcabouço organizacional.

Administração de empresas

O administrador é um profissional que lida diretamente com documentação, com organização de rotinas, contratos de compra e venda, de fornecimento de serviços, setorização da empresa e tantas outras ocupações que dependem de aplicação prática de vários estudos que são de seu conhecimento. Essa bagagem toda não vem de graça, sendo adquirida e atualizada através de muita leitura, seja ela acadêmica ou já profissionalizada.

Os administradores estão entre os profissionais de mais amplo espectro de aplicabilidade de conhecimento técnico procurado pelas empresas, tendo que tomar decisões baseadas em variadas informações do setor jurídico, contábil, recursos humanos e logística, por exemplo. Novamente, a leitura e o domínio da escrita são necessidades básicas dessa profissão.

Anúncios


Jornalismo

A dinâmica do jornalismo de informação diária, ou a profundidade do jornalismo investigativo, faz da profissão uma das que mais depende da leitura e escrita no mercado de trabalho. A boa redação é essencial e muitas vezes uma característica marcante que diferencia os bons profissionais dos demais.

Da mesma forma, a leitura é mais que obrigatória, para a atualização das notícias e interpretação de documentos pertinentes ao seu trabalho divulgado, dando sustentação à sua escrita profissional.

Educação           

Laborar como profissional da educação é lidar com leitura e escrita como material de trabalho. Professores de todas as áreas, coordenadores e diretores de ensino, tratam com material didático e atribuição de aulas, planejamento de ensino e conteúdo programático no seu dia a dia.

Escolher essa profissão é saber que terá que dedicar-se à comunicação falada, mas também à escrita. A atualização didática é uma constante na vida de um professor, seja em cursos ou em leitura de material. A educação formal é – e sempre será – um celeiro de bons leitores e escritores.