Para manter os nutrientes, não alterar o sabor e evitar desperdícios é preciso saber que algumas frutas e verduras necessitam da circulação de ar e uma temperatura ambiente. Muitas pessoas não sabem disso e acabam por colocar tudo no refrigerador, achando ser a melhor maneira de garantir que não estrague rápido ou para se livrar de possíveis pragas que possam passar pelos alimentos. Em outros casos é preciso ficar atento para não refrigerar um alimento, depois deixa-lo fora muito tempo e voltar a colocar na geladeira. Esse processo pode levar a proliferação de bactérias e, ao ser colocado de volta ao refrigerador, poderá contaminar outros alimentos.

Alimentos para conservar fora da geladeira

Manjericão – as folhas frescas de manjericão duram mais quando ficam fora da geladeira, a humidade deixa manchas pretas nelas.

Cebola – para que conservem o sabor e durem por mais tempo, coloque as cebolas em local fresco e arejado, de preferência longe das batatas que possuem uma substância que estraga a cebola mais rápido.

Tomate – o tomate também precisa ser conservado fora da geladeira para manter os nutrientes e a durabilidade. Dentro da geladeira ele amolece mais rápido e em contato com outros vegetais se decompõe com facilidade.

Mel – quando resfriado o mel perde a consistência original e o açúcar cristaliza, deixando pedaços sólidos no produto.

Açúcar – muitas pessoas colocam na geladeira para evitar a invasão das formigas, mas refrigerar o açúcar vai endurecer os grãos e diminuir a capacidade de adoçar as receitas, necessitando de maiores quantidades para conseguir o sabor. Dica: conserve o açúcar em potes herméticos que vedam bem e não permite a entrada das formigas.

Café – algumas pessoas tem o hábito de colocar o pó de café na geladeira, para fazê-lo durar mais. Dessa maneira, o café perde o aroma e o sabor original. Melhor deixa-lo num pote dentro do armário mesmo.

Molhos para saladas e molhos de pimenta – quando esses produtos são a base de vinagre duram muitos meses fora da geladeira, mesmo depois de abertos. Leia o rótulo pra saber a melhor conservação, pois alguns deles resfriados mudam a viscosidade e o sabor.

Alho – tem gente que o coloca na geladeira, mas além da possibilidade de deixar o sabor em outros alimentos, o alho vai amolecer com a humidade.

Batata – a temperatura baixa transforma o amido da batata em açúcar, muda a cor e o sabor do legume. Dica: guarde fora da geladeira em saco de papel, tipo saco de pão.

Kiwi – guardar a fruta na geladeira vai mudar a textura, a aparência e o sabor, além de perder nutrientes.

Anúncios


Azeite e óleo – há quem prefira deixá-los na geladeira, mas fazer isso vai cristalizar e os tornar amanteigados mudando a textura.

Chocolates – principalmente em locais mais quentes, é comum as pessoas colocarem chocolates na geladeira para não derreter, mas o açúcar e a gordura contida neles deixam manchas e pontinhos brancos, e muita gente confunde isso, achando que o produto estragou. O sabor também muda completamente quando consumido gelado.

O que conservar na geladeira?

A geladeira vai impedir que alguns microrganismos se desenvolvam e contaminem seus alimentos, por isso as frutas e legumes que não precisam ir para a geladeira são apenas no caso de estarem inteiras, após cortadas sem o uso completo, você pode refrigera-las para consumir depois.

Dentre os alimentos que precisam ser resfriados para garantir a qualidade e não haver crescimento de bactérias encontramos:

Ovo – por muito tempo o ovo foi deixado em temperatura ambiente, até que ficou comprovado que quando não estocado da maneira correta, ele desenvolvia uma bactéria chamada Salmonella, muito perigosa e que pode causar infecções graves. Procure conservar os ovos no local mais próximo do congelador que é o lugar mais frio da geladeira.

Leites, iogurtes e queijos – são alimentos altamente perecíveis, por isso devem ir pra geladeira e serem mantidos no lugar mais próximo do congelador, assim como o ovo, pois as bactérias que nascem desses produtos estragados  fazem muito mal à saúde. Se precisar tirar algum para servir, não deixe muito tempo fora do refrigerador, isso também pode contribuir para o surgimento de fungos e bactérias.

Manteiga e margarina – são produtos derivados do leite e muita gente costuma usar fora da geladeira porque elas tendem a ficar endurecidas, mas há um grande risco do crescimento de bactérias que causam infecções intestinais. Dica: coloque na porta da geladeira, por ser um local menos frio, quando precisar usar, elas vão amolecer mais rápido.

Embutidos como presunto, salame e mortadela – também são extremamente perecíveis e precisam ser colocados nas bandejas mais próximas do congelador. Organize em recipientes diferentes dos queijos.

Carnes, frangos e peixes – quando congelados duram semanas, mas se for manter na parte de baixo da geladeira, precisa ser preparado em poucas horas, pois mesmo dentro da geladeira elas podem ter um crescimento de microrganismos.