Que as moedas virtuais estão revolucionando o mundo das finanças e criando novas oportunidades de negócios e investimentos todos estamos descobrindo, mas quem imaginou que elas poderiam chegar tão longe? Atingindo até mesmo os clubes de futebol.

É isso mesmo, você não leu errado. As criptomoedas se mostraram como importantes fontes de receita para o esporte, fazendo com que diversos clubes de futebol internacionais e nacionais investissem nelas.

Clubes de futebol tem optado por duas formas para entrar no mundo das criptomoedas, a primeira é o uso de qualquer criptomoeda já criada para controlar suas finanças e a outra é a criação de uma criptomoeda do próprio time.

Para que servem essas moedas virtuais no futebol?

O uso pode ser dos mais diversos. A moeda virtual pode ser usada pelos clubes como forma de pagamento de seus jogadores, para se livrar de cartões de crédito e sistemas de caixa, e também para erradicar qualquer corrupção e lavagem de dinheiro.

Mas há benefícios para quem também compra as moedas próprias do clube, como a possibilidade de comprar kits do time ou ingressos para jogos e outros benefícios exclusivos.

Com as moedas digitais, o torcedor que comprá-las pode se tornar um financiador do time e assim ajudar nas finanças do clube.

Ficou curioso? Fizemos uma lista com os principais times que já criaram sua criptomoeda própria até agora:

  1. PSG

O time do Neymar, desenvolveu a Paris Saint-Germain Fan Token (PSG), através da Socios.com, empresa com sede em Malta, impulsionada pelo empreendimento de blockchain esportivo chiliZ.

Aqueles que comprarem as criptomoedas do PSG terão credenciais VIP, poderão escolher qual uniforme o time vai usar em algumas ocasiões, escalar a equipe em amistosos, entre outros benefícios exclusivos.

  1. Juventus

Já o clube italiano do craque Cristiano Ronaldo, desenvolveu a Juventus Official Fan Token, também através da Socios.com.



Quem tiver a moeda virtual do clube também poderá participar de decisões importantes do clube.

  1. Corinthians

O Brasil também está representado nessa lista. O time paulista lançou a Timãocoin, desenvolvida em parceria com a empresa Footcoin.

A moeda servirá para ajudar o Timão na conclusão de projetos, construções, contratações e melhorias, além de garantir benefícios exclusivos.

  1. Atlético Mineiro

O Atlético Mineiro lançou a GaloCoin, também em parceria com a plataforma Footcoin.

O time anunciou que por meio do ativo é possível comprar ingressos e produtos oficiais do clube.

  1. Fortaleza

O time cearense também lançou sua moeda através da Footcoin: a Leãocoin, a moeda segue os mesmos moldes e benefícios da Galocoin, permitindo ao torcedor investir no clube e comprar produtos.

Outros usos da criptomoeda no futebol

O time português Benfica foi o primeiro grande clube da Europa a aceitar pagamentos em criptomoedas. Em junho de 2019, o clube assinou uma parceria com a plataforma de pagamento UTRUST e permitiu que os fãs comprassem mercadorias com criptomoeda.

Já o Bayern de Munique, em uma parceria com a Stryking Entertainment, começou a aceitar que torcedores adquirissem vários itens colecionáveis ​​e cartões de jogador para competições online, através de fichas e moedas online.

Em 2018, o Bragantino conseguiu fechar contrato com 2 patrocinadores ligados ao mercado das criptomoedas, a Nação Trader e a Martexcoin. Isso só foi possível porque o clube começou a aceitar como forma de pagamento de patrocínios as moedas digitais.

Corinthians e o Atlético Paranaense firmaram uma parceria com uma empresa de Hong Kong, que trabalha com criptomoedas, para que o pagamento das contas dos clubes fosse pago por meio das criptomoedas.

É meu querido, pode escalar as criptomoedas porque a partir de agora elas serão titulares em vários jogos!

E você, também embarcaria no mundo das moedas digitais se seu time lançasse uma moeda própria?