No dia 1º de maio de 1943, durante o Estado Novo — período autoritário da Era Vargas —, a Presidência da República aprovou a legislação Nº 5.452, que firmava a Consolidação das Leis do Trabalho.
Conhecida como CLT, essa legislação rege todas as relações de trabalho brasileiras, seja em relação ao trabalho urbano ou no rural, nas relações individuais ou coletivas.
Até essa data, os trabalhadores não possuíam nenhuma lei que os apoiassem ou regulassem os padrões de serviço. Naquela época, horários, condições de trabalho ou benefícios ficavam a critério do chefe, que, obviamente, abusava da sua condição, já que não havia nenhuma punição para suas condições abusivas.
É essa lei que dispõe das regulamentações das relações de trabalho, que protege os trabalhadores e também embasa os processos trabalhistas. Ou seja, a CLT é uma grande conquista dos trabalhadores, pois garantiu condições mínimas de trabalho.
Um dos benefícios que veio com a CLT foi a carteira de trabalho. Esse documento é o que registra o trabalhador e traça o vínculo formal entre o empregado e o empregador. E é sobre esse documento que vamos falar hoje: conheça a versão digital da Carteira de Trabalho. 

O que é e como funciona a Carteira de Trabalho Digital? 

A Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) é o documento que registra a vida profissional do trabalhador e garante o acesso aos direitos trabalhistas previstos em lei. 
Ou seja, é esse o documento que regulariza o vínculo empregatício do indivíduo com uma empresa, e nele devem constar os dados do empregador, valor do salário definido na contratação, data de admissão e cargo ocupado. 
A partir desse registro que o empregado poderá ter os direitos previstos pela CLT, como FGTS, benefícios previdenciários, seguro-desemprego, etc
Desde 2019, a carteira de trabalho será emitida de forma prioritária no formato digital e excepcionalmente no formato físico. Essa mudança veio para modernizar e facilitar a vida de quem precisa registrar ou ter o seu registro formalizado. 
Isso aconteceu por meio da Lei de Liberdade Econômica, em que, dentre outras coisas, a Carteira de Trabalho tornou-se 100% digital.

Como acessar minha Carteira de Trabalho de forma digital?

Aplicativo Carteira de Trabalho Digital poderá ser acessado através das principais lojas de Apps e pela Web. 
No app, desenvolvido pelo Ministério da Economia, o trabalhador brasileiro e estrangeiro poderá ter acesso às informações de Qualificação Civil e de seus Contratos de Trabalho que hoje constam na Carteira de Trabalho física
Pelo app:
1) Para ter o documento digital, com todas as informações acessíveis no telefone, o trabalhador deve entrar na loja de aplicativos de seu Smartfone (android ou IOS), procurar por “Carteira de Trabalho Digital” e baixar a ferramenta “CTPS Digital”, disponibilizada pelo Dataprev. 
2) Caso tenha clicado em “ENTRAR” nas telas seguintes será necessário primeiro digitar o seu CPF, quem já tiver realizado o cadastro no acesso.gov.br, Sine Fácil ou no meu INSS, precisará apenas colocar seu CPF clicar em próxima, continuar, digitar sua senha, autorizar o uso de dados pessoais e pronto.
3) Caso você não tenha cadastro, será necessário clicar em “Crie sua conta” e seguir os passos conforme o app instrui, é bem simples e intuitivo!
*Se o aplicativo solicitar informações sobre sua vida como trabalhador, você será redirecionado e deverá responder às perguntas. Responda, clique em continuar, e siga. 
Pela web:
1) Para ter acesso à Carteira de Trabalho Digital através da Web, você deverá acessar diretamente o endereço eletrônico https://servicos.mte.gov.br.
2) Caso tenha a senha cadastrada no acesso.gov.br, Sine Fácil ou no MEU INSS, basta clicar em “JÁ TENHO CADASTRO, e colocar seu CPF clicar em próxima, continuar e digitar sua senha.
3) Caso você não tenha cadastro no acesso.gov.br, será necessário clicar em “QUERO ME CADASTRAR” e seguir os passos. 
O procedimento é bem similar ao do app e bem intuitivo. Todos os documentos necessários em relação à sua CTPS estarão disponíveis na plataforma.