Além da máscara no rosto, álcool em gel na bolsa e um metro e meio de distância, outras regras foram impostas aos cidadãos em virtude da pandemia. Muitas profissões sofreram alterações neste período, tanto boas quanto ruins. De acordo com uma pesquisa realizada pela Mobills (startup de gestão de finanças pessoais), os principais aplicativos de entregas focados no delivery de comida, por exemplo, cresceram 94,67% durante o período de reclusão social.

Segundo pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), o uso da internet para compras e contratação de serviços aumentou significativamente de 2019 para 2021. O agravamento da pandemia da COVID-19, o fechamento de lojas e também o isolamento social implicaram na migração do consumo diário para o consumo à distância, ou seja, virtual.

Por isso, durante o período de pandemia, as soluções tecnológicas ganharam grande protagonismo, em especial o trabalho remoto ou home office, como é mais conhecido.

Por isso, o Alto Tietê Web preparou um conteúdo que pode ajudar muito aqueles que ainda precisam trabalhar de casa e participar de reuniões, entrevistas, audiências, consultas, entre outros tipos de chamada de vídeo para substituir os encontros presenciais. Bora conferir?

Primeiramente, prepare-se!

Antes do horário marcado, confira se a câmera, o áudio, o microfone e sua conexão com a internet estão funcionando direitinho. É importante verificar antecipadamente para que não haja imprevistos durante a chamada de vídeo.

Outra dica também é conhecer a plataforma ou site em que a sua videoconferência será realizada. Dessa forma, você saberá como ativar e desativar a câmera, como desligar ou ligar o áudio, bem como testar se a sua internet está funcionando.

Caso você esteja usando um aplicativo, verifique se há novas atualizações a serem feitas antes da reunião começar!

Durante esse teste, se você perceber alguma falha no sistema, ou que alguma função não esteja funcionando, avise os envolvidos na vídeo chamada com a máxima antecedência possível, para que não haja desencontros.

Onde você realizará a reunião?

Para realizar a sua videoconferência, tenha em mente que você estará sendo visto por mais pessoas. Por isso, escolha locais com fundo mais neutro e com boa iluminação, para que a sua imagem fique clara e com boa qualidade. Algumas plataformas de reunião virtual ainda permitem que o usuário faça a troca ou desfoque do plano de fundo.

Antes da sua videoconferência iniciar, avise aos demais residentes da sua casa para que não haja interrupções. Interferências podem ocorrer, mas é bom avisar previamente os demais residentes para evitar a circulação de pessoas ou sons indesejáveis.

Se possível, deixe as crianças em outro cômodo com um responsável, para que não haja interrupções. O mesmo vale para animais de estimação, para que não entrem no ambiente nem fiquem fazendo sons que possam atrapalhar a transmissão.

Outras dicas para melhorar a conversa com os demais participantes durante a chamada de vídeo:

  • Lembre-se de desligar o microfone quando for requisitado ou outra pessoa estiver falando para evitar interrupções por sons externos, como sons de carros ou de vizinhos.
  • Quando sua câmera estiver ligada, evite a circulação de pessoas e mantenha a postura adequada para o procedimento. Se precisar se ausentar, avise os envolvidos e desligue a câmera enquanto não estiver presente.
  • Atente-se às roupas que você vai estar usando! As regras são as mesmas adotadas presencialmente. Ou seja, esteja apresentável de maneira adequada ao “ambiente” em que você estará participando virtualmente.

Dessa forma, seguindo esses passos bem básicos, a sua reunião ou compromisso virtual pode se sair de forma bem mais profissional e passar mais credibilidade. Boa sorte!