Você quer montar um currículo que se destaque durante um processo seletivo? Então leia este artigo que o Alto Tietê Web preparou para você!

Neste artigo, você vai aprender a montar o seu currículo do zero! Além disso, vamos te ensinar o que você deve colocar ou deixar de colocar.

Ficou interessado? Então leia este post do Alto Tietê Web até o final, e você conseguirá montar um currículo de destaque, que te deixará mais próximo de conquistar aquela vaga.

Comece informando os seus dados pessoais

O primeiro passo aqui é criar um cabeçalho contendo todos as suas informações pessoais, afinal, os entrevistadores precisam saber quem está por trás do currículo, não é mesmo?

Portanto, você precisa colocar dados como o seu nome completo, o seu endereço, o número do seu telefone e o seu e-mail.

Em alguns casos, a empresa pode pedir algumas outras informações, como o seu estado civil e o número do seu documento de identidade. Então, por via das dúvidas, você também pode colocar esses dados.

Por fim, algumas empresas também podem pedir a sua foto. Dessa forma, você só deve coloca-la se a empresa achar necessário.

Escreva sobre os seus objetivos profissionais

Nessa parte, você precisa ser sucinto e, ao mesmo tempo, esclarecer quais sãos os seus objetivos profissionais. Além disso, se você quer ter destaque, você deve evitar os clichês aqui, ou seja, nada de colocar alguma frase batida.

Se você não sabe muito bem o que colocar aqui, pare por um momento e tente responder as seguintes perguntas:

  • O que você realmente deseja?
  • Você quer aprender coisas novas? Desenvolver suas capacidades?

O seu objetivo deve ser genuíno, ou seja, você deve apresentar o seu real interesse profissional nessa parte do currículo. Portanto, seja sincero.

Se você ainda possui algumas incertezas sobre o seu futuro, e não sabe de fato o que quer, tenha calma. É natural ter inseguranças quanto ao futuro profissional. Portanto, tente falar que você está em busca de desenvolver suas aptidões, aprender novas técnicas e habilidades, e crescer profissionalmente.

Anúncios


Fale sobre a sua formação

O próximo passo para montar o seu currículo é falar sobre as sua educação. Neste espaço, você deve colocar todas as formações acadêmicas que foram realmente relevantes para a sua formação.

Dessa forma, se você já fez muitos cursos, e possui uma longa lista de formações, inclua apenas aquelas que podem ser relevantes para a vaga. Afinal de contas, um bom currículo deve estar mais focado na qualidade do que na quantidade.

Essas informações devem estar dispostas da forma mais simples possível. Logo, coloque apenas o nome da instituição, o curso, data do início e da conclusão do curso.

É hora de falar sobre as suas experiências profissionais

Essa é a parte mais importante do seu currículo! Portanto, é bom ficar atento, e caprichar bastante. Você deve inserir todas as experiências profissionais importantes para a sua carreira aqui. Dessa forma, coloque os seus estágios, trainees e empregos relevantes.

Coloque o seu cargo, nome da empresa, o ano em que você entrou e saiu. Em seguida, informe quais eram as suas responsabilidades no cargo. Essas informações devem estar dispostas de uma maneira bem sucinta, então coloque apenas o que for necessário.

As suas experiências devem estar dispostas da mais recente para a mais antiga.

Além disso, vale ressaltar que você não deve colocar NENHUMA informação falsa aqui, e nem em outra sessão do seu currículo. As empresas podem perceber a farsa e, por consequência, vão te eliminar do processo seletivo.

Escreva sobre as suas habilidades

Além dos outros itens mencionados anteriormente, você deve falar um pouco sobre as suas habilidades.

As habilidade que nos referimos aqui são aquelas que podem ser relevantes para o cargo. Portanto, se você tiver uma boa habilidade no pacote Microsoft Office, e isso for um diferencial, fale sobre essa habilidade aqui.

Além disso, você deve informar qual é o seu nível na habilidade, isto é, se sua habilidade é básica, intermediária ou avançada.

Por fim, essas informações também deve ser descritas de uma maneira sucinta, então não há a necessidade de descrever tudo o que você sabe fazer com uma determinada ferramenta.

Por último, coloque os idiomas que você sabe falar

Essa última sessão é destinada para quem tem alguma proficiência em algum idioma estrangeiro. Portanto, se você não conhece o básico sobre um idioma estrangeiro, não há a necessidade de criar essa seção.

Dessa forma, se você sabe ler, escrever, ouvir e falar um idioma coloque essa informação em seu currículo. Se você já fez um teste para comprovar a sua proficiência, coloque isso em seu currículo.

Veja um exemplo de como essa informação deve estar disposta:

  • Espanhol básico (Leitura e escrita);
  • Alemão intermediário (Conversação, Leitura e Escrita);
  • Inglês avançado (Conversação, Leitura e Escrita – X pontos no TOEFL).

 

Por fim, o Alto Tietê Web te deseja boa sorte no desenvolvimento de sua carreira! Se você quer mais dicas como essa, não deixe de conferir o nosso conteúdo sobre carreira.