Black Fraude: confira dicas para não cair em golpes na Black Friday

Saiba como comprar com segurança e não cair em golpes

Atualizado em novembro 5, 2021 | Autor: Michelle Verginassi
Black Fraude: confira dicas para não cair em golpes na Black Friday

A Black Friday vem aí e todo mundo não vê a hora de fazer compras com bons descontos. Confira dicas para não cair em golpes na Black Friday.
As vendas na Black Friday devem ser maiores em 2021 do que em relação ao ano passado.
Desta forma, todo cuidado é pouco para fazer compras com segurança neste ano.
E se você não quer que a Black Friday se transforme em Black Fraude, tome cuidado nas suas compras.
Mas como saber se a empresa é idônea ou não, como fazer compras com segurança?
É o que a gente vai fazer neste post. Vamos trazer dicas para você não comprar pagando “a metade do dobro”.
Então, veja as maneiras de não cair em fraudes e evitar dor de cabeça.
Confira dicas para não cair em golpes na Black Friday.

Saiba o que é a Black Friday e a origem da data no país

Mas, antes da gente falar como comprar com segurança, uma questão importante.
Que tal a gente falar um pouco da data e como este evento do comércio chegou ao Brasil?
O ano era 2010 quando a Black Friday, a Sexta-Feira Negra chegou ao Brasil.
E foi amor à primeira vista.
A Black Friday caiu no gosto do brasileiro e todos os anos os consumidores criam grandes expectativas para as promoções do período.
Como a Black Friday é sempre a última sexta-feira de novembro, neste ano a data “vai cair” no dia 26.
Mas, não é apenas na sexta-feira que você pode comprar bem.
Muitos comércios tendem a ampliar o período de liquidações para a semana inteira ou até para o mês inteiro.

Veja por que as vendas tendem a ser maiores este ano em relação a 2020

A expectativa das entidades ligadas ao varejo é de que as vendas sejam maiores este ano.
Isso porque a data foi prejudicada em 2020 por conta da pandemia, pois ainda não existia vacina contra o novo coronavírus.
Mas, em 2020, mesmo com as restrições de circulação mais intensas, o comércio online registrou um aumento de 41% no faturamento.
Este bom resultado foi registrado na semana do evento, segundo a consultoria Ebit Nielsen.
Então, à medida que as vendas tendem a ser maiores, também tendem a ser maiores as práticas de fraude, conforme uma empresa especializada no segmento.

Saiba como comprar com segurança na Black Friday

Com a popularidade da Black Friday, os golpes durante esse período também são muito comuns.
De acordo com a ClearSale, empresa especializada em soluções antifraude em diversos segmentos, as práticas de fraude devem crescer 52% neste ano.
Então, é importante avaliar criteriosamente o valor e pagamento de suas suas compras para evitar dor de cabeça.
Caso contrário, o barato vai sair caro.
E não tem dinheiro que pague uma compra que o produto não seja entregue ou um cartão clonado.
Aliás, uma praxe muito comum neste período é a promoção do 50% de desconto. Mas, no frigir dos ovos, você acaba pagando a “metade do dobro”.
É a famosa “Black Fraude”, onde algumas empresas sobem o preço para depois baixar na Black Friday.
Então, confira dicas para não cair em fraudes durante a Black Friday.

Saiba o que fazer para não cair em golpes na Black Friday

Em primeiro lugar, para compras online, o cartão virtual é sempre a opção mais segura.
O cartão virtual evita possíveis riscos de clonagem.
Em segundo lugar, você precisa planejar e pesquisar antes de comprar.
Se você não planejar o que você realmente pretende comprar, é capaz de comprar gato por lebre.
Antes da data, nossa recomendação é que você faça pesquisa de preços para, então, observar se não houve aumento no valor antes da Black Friday.
Por incrível que pareça, é muito comum que algumas lojas subam os preços antes para que o desconto seja maior e chame mais a atenção na Black Friday.

Veja como evitar a “Black Fraude” durante a Black Friday

Para não cair em fraudes, para não comprar produtos com descontos maquiados, fique atento a algumas dicas.
Antes de tomar sua decisão de compra, você precisa seguir algumas dicas preventivas para fazer um bom negócio.
Pensando nisso, separamos algumas dicas, confira:
– Pesquisa em sites e app que ajudam na tarefa de monitorar os preços na internet.
– Acesse o Olhar Digital Ofertas, um plugin para seu navegador que compara os preços em diversas lojas.
– Este plugin analisa a variação ao longo do tempo.
– Atenção para falsas promoções.
– E-mail, sms, telefonema, mensagens de WhatsApp podem conter falsos anúncios.
– Tome cuidado com e-commerce falsos, que se trata de um site de produtos idêntico ao de um grande varejista, mas não são.
– Fique atento ao parcelamento da compra, há casos em que os juros são muito altos e a compra não compensa.
– Utilize cartão virtual que não traz risco de clonagem.
– Em 2020, a principal fraude registrada durante a Black Friday, Black Week e Black Novembro foi roubo de dados de cartão de crédito.
– Nunca feche uma compra antes de comparar preços entre lojas.
– Compre apenas em sites seguros e de varejistas conhecidas.
– Por fim, desconfie quando o milagre for muito grande, pode ser golpe a vista!