Com bandeira vermelha ou sem bandeira vermelha, o valor da conta de luz nunca agrada ninguém. Então, conheça 3 dicas simples para deixar sua conta de luz mais barata.
Neste post, saiba como economizar energia elétrica em casa sem se estressar por conta disso.
Até porque, a conta de luz está entre as despesas fixas de muitos lares brasileiros e o alto preço ou a oscilação do preço sempre é motivo de reclamação.
No entanto, não sei se você sabia, você não precisa depender somente da bandeira ou do tipo de energia gerada, se é de termelétrica, hidrelétrica ou qualquer outra.
Neste post, vamos te dar dicas simples para tomar cuidado com a forma como a energia vem sendo utilizada nas residências.

Conheça 3 dicas simples para deixar sua conta de luz mais barata

O crescente aumento das tarifas aplicadas pela Aneel pode te tirar do sério.
A gente sabe, às vezes, o valor cobrado na conta ultrapassa o orçamento previsto para o mês.
Mas não precisa ser assim, basta você ter iniciativas simples para conseguir uma boa economia no final do mês.
Confira estas três dicas, que vão muito além do já batido “retire da tomada os aparelhos em stand by”.

Entenda porque a luz vem aumentando seu peso no orçamento doméstico

O custo da energia em relação à renda per capita no Brasil é o segundo maior do mundo, você sabia disso?
Nesta questão o Brasil está atrás apenas da Colômbia.
É o que mostra o levantamento da Abrace, que é a Associação Brasileira dos Grandes Consumidores Industriais de Energia.
Pois é, então, se a conta de luz vem aumentando seu peso no orçamento doméstico, você precisa ficar de olho.
Aliás, isso foi comprovado em uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e do Serviço de Proteção ao Crédito.
Nos últimos 12 meses, a conta de luz aumentou seu peso no orçamento de cada família porque teve um aumento de 20,52%.
Aliás, isso explica o aumento na inadimplência, já que dívidas com água e luz tiveram uma alta de 7,92% no mesmo período.

Veja o que diz especialista sobre economizar energia

E se o cenário já não é bom, a tendência é piorar, pois com o atual quadro da inflação, pode vir reajuste por aí.
E isso é mais um motivo para que o consumo consciente de energia seja o melhor caminho para equilibrar as despesas em casa.
Foi pensando nisso que Felipe Mattos, fundador e CEO da Reverde, criou três dicas simples e importantes para evitar o desperdício e poupar na conta de luz.
O especialista explica como evitar o desperdício e fazer escolhas que, além de economia, ajudam a sustentabilidade do planeta.

Dica 1: entenda porque os eletrodomésticos são os maiores vilões da conta

Para começar, veja qual a primeira das três dicas importantes para deixar a conta mais barata.
A dica 1 diz respeito aos eletrodomésticos
Pois é, aparelhos domésticos podem ser os maiores vilões para encarecer a conta de luz.
Mas isso só acontece se você não souber escolher na hora de comprar. Ou se você não usá-los corretamente.
Isso porque eles são considerados os maiores consumidores de energia em uma residência, a exemplo da geladeira, ar-condicionado, ferro de passar roupa, máquina de lavar, entre outros.
Então, a dica é: antes de comprar um novo eletrodoméstico, verifique a eficiência energética do aparelho de acordo com o selo Inmentro.
Dentro disso, o selo E é o menos eficiente e o A é o mais econômico.

Dica 2: invista em energia solar

A segunda dica é meio óbvia pelo tanto de informação que você deve estar recebendo por aí.
Uma boa maneira de economizar energia e reduzir o valor da conta de luz está na utilização de energia solar.
Seu bolso e o meio ambiente agradecem se você investir em energia renovável alternativa.
Nesta linha, buscar soluções sustentáveis, além da economia para o consumidor, traz benefícios para o meio ambiente, como a redução de impactos e a descarbonização.
Diz o especialista que, “para nós brasileiros, que vivemos em um país tropical com incidência solar diária, a energia solar é uma grande saída”. E bem mais barata.

Dica 3: termine com os aparelhos em stand by

Pois é, não tem como fugir disso: aparelhos em stand bt.
Se você ainda deixa eles com a luzinha vermelha ou amarela ligada, plugados na tomada, é porque você não leu ou ouviu, ainda, nada convincente.
Então, vamos lá, deixa a gente tentar te convencer.
Embora estejam em modo de espera, aparelhos como TV, videogame, microondas e computadores, continuam consumindo energia.
Esses eletrônicos são responsáveis por cerca de 12% do valor acrescido na despesa de luz. Anota aí: 12%.
Se nada te convenceu até agora, reflita: 12% a mais. Ou seja, se a sua conta de luz é de R$ 200 mensais, você está jogando fora R$ 24 todo mês.
Ou seja, em dois ou três meses, você quase consegue comprar uma pizza, não é?
Então, para evitar o desperdício, é recomendado que, ao sair de casa ou enquanto estiver dormindo, eles sejam desligados.
Ou seja, os aparelhos eletrônicos não essenciais precisam ser retirados da tomada.
Embora seja simples, essa medida traz resultados e também pode ser adotada em escritórios e casas.