Várias pessoas estão se aventurando em empreender durante a crise da pandemia de covid-19. Os motivos são vários, como a perda de um emprego formal; a necessidade de repor ganhos que sofreram redução por conta das restrições da pandemia; ou mesmo ver na crise a oportunidade de mudar de ramo e começar um novo negócio.

Tudo isso é muito válido e pode vir a mudar a vida das pessoas para melhor. Contudo, só a vontade de trabalhar e de se dedicar a um novo projeto pode não ser o suficiente para fazer o seu negócio dar certo. Por isso, apresentamos dicas que podem ser extremamente úteis a todos que estão começando um novo empreendimento.

Analise o mercado

Saiba onde você está pisando. Essa premissa quer dizer que quanto mais informação você tiver sobre o mercado em que está adentrando menos erros cometerá, às vezes, pela simples desinformação.

Digamos que seu ramo seja o de pizzaria. Então você já sabe que o seu público vai se restringir à sua cidade, ou até, só a uma região dela (determine sua área física de atuação). Assim, o preço e o serviço praticado por outras pizzarias vão estar na comparação imediata de seu público consumidor. Saiba quais são esses valores e analise a possibilidade de ter essa clientela para o seu negócio (precificação para consumidor final). Por fim, analise como o serviço chega ao cliente, com qual qualidade e em quanto tempo (logística de entrega). Sabendo pelo menos desses detalhes é possível começar a quantificar o seus gastos e investimentos, tendo noção do retorno. E isso vale para todos os nichos do mercado.

Evite gastos desnecessários

Muita gente começa um negócio com investimentos. Mas não se engane, investir sem cálculo e previsão de retorno não é investimento, é gasto. É o chamado “gasto crédulo”. A pessoa ainda não tem noção do retorno do empreendimento e já quer ter o mesmo “poder de fogo” de quem já está no mercado há muito tempo. Então acaba investindo em um aluguel caro, para ter um bom ponto, investindo em veículo ou maquinário novo e se comprometendo com um gasto mensal grandioso para os próximos anos, contando com o sucesso de seu negócio.

Começar devendo é uma das grandes razões de quebra de novos empresários. A dica é: Vá de leve. Sinta a demanda do mercado; entenda como o seu produto pode competir com outros já existentes sem ter que assumir financiamentos ou gastar todas as suas economias. Comece devagar e com estratégias simples de serem cumpridas, buscando lucros módicos e possibilidade de reinvesti-los em melhorias ou novos passos do projeto.

Agregue valor ao produto

Seja qual for o seu produto, ele pode ser diferenciado. Se não pela qualidade do produto em si, pelo menos pelo atendimento (encantamento do cliente), precificação (preços atrativos) ou logística (rápido atendimento e entrega).

Algumas fatias do mercado podem ter exigências peculiares que, se o seu produto puder atender, você pode fidelizar uma clientela, como no caso de produtos veganos.

Encontre o seu jeito de trabalhar com o mercado e explore possibilidade de atingir clientela não servida normalmente pelos concorrentes. Trabalhar em horários alternativos ou produtos diferenciados pode ser mais atrativo do que simplesmente replicar o que outros já estão fazendo há mais tempo que você.

Comércio on-line

Invista no comércio on-line. Entenda como funciona e use a seu favor. Hoje em dia, o seu empreendimento deve estar com fácil localização na internet, seja por sites ou aplicativos de celular. As entregas delivery também se tornaram o responsáveis por grande parte das vendas de praticamente todo o comércio, crescendo mais de 90% nos últimos 2 anos.

O desenvolvimento de uma plataforma de e-commerce pode ser a solução para você fazer seu produto chegar ao mercado sem ter que se comprometer com despesas dispensáveis como aluguel para loja física e estoque.

Anúncios


Bom Atendimento

A tendência do mercado é ter cada vez mais excelência nos produtos. Isso significa que a qualidade do produto em si pode vir a não ser tão diferente dos produtos concorrentes no mercado. Daí o diferencial pode estar, também, no atendimento interpessoal.

O cliente sentir-se bem atendido é um convite para ele voltar. Invista em bons atendentes e agilidade de atendimento.

Com essas dicas, você pode começar seu negócio sem grandes sustos e ter mais certeza de seus próximos passos no empreendimento.