O score de crédito é utilizado por muitos bancos e instituições financeiras para verificar o risco de inadimplência do cliente ao conceder um crédito, seja financiamento, empréstimo ou limite do cartão de crédito.

Desse modo, é analisado o comportamento financeiro, dívidas, rendimento médio, entre outros, e então, é calculado um número que vai de uma escala de 0 a 1000. Quanto maior for o score pessoal, menor o risco para a empresa de ficar sem receber o dinheiro.

Mas saiba que algumas atitudes tomadas por você podem fazer com que seu score aumente ou diminua. Sendo assim, reunimos aqui 5 dicas de como aumentar essa pontuação para aumentar as suas chances de conseguir aprovação de crédito.

1. Limpe seu nome

A primeira coisa que deve fazer para melhorar o seu score é quitar todas as dívidas que você tem. Quando se tem o nome negativado, o score é muito baixo e, se não limpar seu nome, nada do que fizer irá mudar isso.

Desse modo, negocie com os credores o valor e as condições de pagamentos, de modo que se encaixe no seu orçamento, e pague todos os débitos para aumentar a sua pontuação. A negociação pode reduzir as taxas de juros e até mesmo o valor total devido. Além disso, pode ser que seja necessário pegar um empréstimo, mas se atente às condições que são oferecidas e veja se não está virando uma “bola de neve”.

Ainda, entenda que o score não sobe da noite pro dia. Agora que você não tem dívidas é necessário que mantenha esse comportamento por alguns meses. Assim, eles entenderão que você mudou e agora paga suas contas em dia.

2. Atualize seus dados na Serasa

Essa é bastante fácil de executar. Basta manter seus dados na Serasa sempre atualizados, seja de forma online ou em alguma agência Serasa perto de você.

Tudo isso é feito de forma gratuita e quanto mais informações exatas eles tiverem sobre você, mais confiável será o cadastro.

3. Coloque as contas em seu nome e pague em dia

Se você é um bom pagador, mas as contas estão em um CPF que não é o seu, não tem como você ser reconhecido como consumidor. Sendo assim, quando as contas estão em seu nome, as empresas conseguem verificar seus dados e registros como consumidor e ver seu histórico como pagador, podendo aumentar seu score.

Porém, é extremamente importante sempre pagar suas contas em dia e até mesmo antes da data de vencimento. Quando ocorre atraso, mesmo que apenas por um dia, o score é reduzido.

Entretanto, é necessário que haja constância no pagamento. Ou seja, pagar apenas uma ou outra vez em dia não vai fazer com que aumente a pontuação.

Hoje em dia, a maioria das empresas oferecem a opção de débito automático. Desse modo, é interessante colocar as contas nessa modalidade, assim você não corre o risco de esquecer e acabar ficando com o nome sujo por causa de uma conta que não lembra.

4. Faça um cadastro positivo

Enquanto a Serasa e o SPC registram apenas as contas pagas em atraso, o Cadastro Positivo serve para demonstrar o seu histórico de pagamento, sendo que toda vez que você paga uma conta ou boleto em seu CPF, ocorre o registro do pagamento. Com isso será possível identificar a pontualidade e se é um bom ou mau pagador.

Desse modo, é muito importante não esquecer nenhuma conta para trás, senão, ao invés de aumentar vai piorar o score.

5. Não solicite crédito sem necessidade

Você pode solicitar crédito quando quiser, porém, cada vez que uma empresa consulta o seu score, a pontuação pode reduzir um pouco. Quando faz isso repetidas vezes, os bancos e instituições financeiras podem ver isso como um desespero financeiro ou até mesmo tentativa de golpe devido ao roubo das informações pessoais. Sendo assim, a percepção das empresas sobre o cliente não fica muito boa.

O indicado é não pedir várias vezes nem tudo de uma vez – cartão de crédito, empréstimo, financiamento etc – e, quando houver crédito negado, deve esperar até 6 meses para refazer a solicitação.