Para quem é apaixonado por jogos, ser um gamer profissional é um sonho.

Existentes desde a década de 70, os eSportes se popularizaram no Brasil entre os anos 90 e 2000, através das lan houses (lembra delas?), e desde então se tornaram parte de um negócio multimilionário no mundo todo.

E opção é o que não falta, há jogos para todos os tipos de gostos e públicos. Os principais são: Counter-Strike (CS), para quem gosta de jogos de tiros; Fortnite e Free Fire para quem gosta de jogos de sobrevivência; e League of Legends (LoL) para quem é amante de batalhas.

Atualmente, a indústria dos games movimenta mais de 160 bilhões de dólares e ultrapassou o cinema como um dos mercados mais lucrativos do entretenimento.

Mas apesar desse cenário, o assunto gera muita dúvida nos pais de gamers, ainda amadores, mas que sonham em se tornar profissionais.

Pensando nisso resolvemos colocar em pauta esse assunto e esclarecer as principais dúvidas que rondam o tema.

Vamos lá, o que faz um gamer profissional?

Basicamente, os gamers são aqueles profissionais que praticam os eSportes, e ganham dinheiro jogando e participando dessas competições.

Ser um gamer profissional exige estudo e prática, e por isso os jogadores treinam durante horas, e estudam estratégias e técnicas para vencer os adversários.

É uma carreira séria onde os jogadores se consideram atletas e agem como tal.

Para ganhar dinheiro nessa profissão, além de ser bom, é necessário contar com lucros obtidos por patrocínios, premiações, publicidade, monetização e venda de produtos.

Os gamers profissionais, geralmente vivem nas Gaming Houses, uma moradia com outros jogadores desse esporte eletrônico.

Anúncios


Nas Gaming Houses, além dos computadores de última geração, toda a saúde dos jogadores é acompanhada, desde a física, com refeições planejadas por nutricionistas, até a mental, com atendimento psicológico regular.

 

Quais os benefícios dos games para o meu filho?

Se seu filho é criança ou adolescentes, os games podem ser muito úteis para a educação.

Através deles, é possível desenvolver o pensamento analítico, auxilia no raciocínio lógico, melhora a coordenação motora, gera facilidade em trabalho em equipe, capacidade de resolver vários problemas ao mesmo tempo e de raciocínio rápido sob pressão e desenvolve a capacidade de tolerância a frustrações.

E os malefícios?

Lembrando que como tudo nessa vida que não for feito com cautela e equilíbrio, pode causar problemas.

A escolha pelo excesso pode causar sedentarismo, que gera outras consequências para a saúde física; problemas sociais, se a criança ou o adolescente se isolar, não mantendo o convívio social no mundo offline; e agravar problemas de postura se não manter uma postura correta durante os treinos e jogos ou fazer movimentos repetitivos.

Me decidi, vou apoiá-lo! Como posso ajudar meu filho a se tornar um gamer profissional?

O caminho para se tornar um gamer profissional e chegar até uma Gaming House é longo e árduo.

É por isso que os pais são essenciais nesse processo. Como pai ou mãe, é possível orientar e encorajar seu filho a se tornar um jogador de sucesso:

Organize uma rotina

Limite é a palavra-chave. É importante ter um tempo para todas as coisas, e todas as áreas da vida devem ser tratadas com a mesma importância.

Por isso monte um cronograma junto com o seu filho sobre como será dividido o dia dele entre o tempo de jogo, de estudo, a hora de praticar exercícios físicos, o momento com os amigos offline e com os pais, alimentação, e outras diversões fora dos jogos.

Invista em equipamentos

Equipamentos são caros, mas como em toda profissão, são necessários. Por isso investir em mouses, headset, teclados e cadeiras é importante para o conforto do seu filho e para melhorar o desempenho dele.

Comece aos poucos, adquirindo conforme as suas condições, mas invista em equipamentos.

Aproveite para ensiná-lo

Você pode não saber nada sobre os jogos, mas com certeza a vida já te ensinou muitas coisas.

Por isso, ensine-o sobre a importância da dedicação, paciência, força de vontade, disciplina, equilíbrio e muitos outros fundamentos essenciais não só para a profissão, mas para a vida.

Incentive-o a aprender com os outros.

É de praxe os pais falarem que aprendemos com o exemplo. Nos jogos não é diferente. Incentive o seu filho a assistir a outros profissionais jogando, isso faz com que ele adquira mais experiência e conhecimento, e de preferência esteja com ele nesses momentos, assistindo também.

Como pais, é a oportunidade de entrar nesse mundo, estar perto do seu filho e entender melhor o que ele faz. Para o seu filho, é a oportunidade de se sentir acolhido e apoiado por você.