Como está a sua qualidade de vida nos últimos tempos? Você já se perguntou isso? Bom, alguns fatores podem interferir diretamente e mudar drasticamente esse fator na sua rotina caso você tenha hábitos ruins. 
 Tem descansado ou vive apenas incansavelmente trabalhando? Dedica um tempo a você e a sua família? E aos seus pets? Tem feito atividades físicas? Ou se dedicado a um hobbie que você gosta muito? 
 Pois, é, estes são alguns pontos que nós, seres habitantes do século XXI, devemos nos perguntar e refletir. Afinal, cada dia mais, buscamos ser bem-sucedidos, ter estabilidade financeira e por aí vai. 

Mas e a saúde? 

Talvez a deixamos de lado, postergamos, arrumamos imprevistos e prioridades. Porém, essa má qualidade de vida que nós indiretamente escolhemos, traz consequências.
Noites mal dormidas são um ponto muito relevante em nossa vida. Dormir nos revigora, descansa corpo e mente para mais um dia. 
Más noites de sono afetam diretamente em nosso desempenho cotidiano, interferem no nosso humor, a nossa disposição e também traz as temidas olheiras. Brincadeiras à parte, uma noite bem dormida proporciona uma grande melhora em nosso desempenho em todas as áreas da nossa vida.

Existem alguns fatores que afetam a qualidade do nosso sono

São diversos fatores que podem atingir nosso sono de forma negativa no dia a dia. Olha só:
Estresse: atrelado aos problemas no trabalho, vida financeira, problemas familiares, estudos, vida amorosa e muito além. Motivos para se estressar não faltam, e de fato todo esse acúmulo gera uma enorme tensão e preocupação em nós que quando encostamos a cabeça no travesseiro, tudo vem à tona. 
Celular, computador e televisão: São estímulos luminosos e de muita informação para um período em que nosso corpo deveria estar se acalmando.
 Cafeína: a alta ingestão de bebidas com cafeína também pode atrapalhar, causando agitação e criando um estado de maior atenção quando você deveria relaxar.
 Alimentação: a alimentação noturna não deve ser muito tarde, e preferencialmente ser mais leve, a ponto de ser digerida até a hora de dormir, e não gerar mais um desconforto.

Tá, mas, e agora? Como melhorar tudo isso? 

Você já ouviu falar na higiene do sono? Ela basicamente é uma preparação para dormir bem. Com a melhora de alguns hábitos, a produção de melatonina que é um hormônio natural que estimula o sono, é liberada e induz a  uma noite de sono restauradora.

Como realizar a higiene do sono?

  • – Evitar estímulos luminosos como luzes, celulares, televisores e computadores 2 horas antes de dormir. A luz azul presente nesses equipamentos, inibem a produção de melatonina.
  • – Evitar alimentos pesados, prefira uma alimentação mais leve, até no máximo 3h antes de dormir
  • – Quando tiver preocupações, compromissos e coisas passando por sua mente na hora de deitar, levante, pegue um caderno e anote todas essas informações. Muitos desses pensamentos não vão poder ser solucionados naquele momento, então anote, esvazie a cabeça e deixe-os para o dia seguinte.
  • – Evite as bebidas estimulantes com cafeína, energéticos e chá preto na parte da tarde. Prefira chás calmantes como o de camomila e cidreira.
  • – Crie uma rotina, horário para dormir e horário para acordar.
  • – Seu quarto é um local de descanso, não leve o trabalho para lá. Determine o seu horário de serviço e não exceda  levando-o para o horário de descanso.
  • – Crie também um ritual de sono. Um banho quentinho, um chá, uma boa leitura, poucas luzes e silêncio.

Bom, agora que você já sabe um pouco sobre a higiene do sono. Que tal praticá-la?

A importância de uma boa qualidade de sono é indiscutível. Melhorando o seu sono também irá melhorar seu desempenho no dia-a-dia.
Se você também dorme longas horas e mesmo assim sente-se cansado e indisposto ao longo dia, sente dores na face ao acordar, não consegue dormir mais do que 4 horas por noite, apresenta ronco ou pesadelos muito frequentes, procure um Cirurgião Dentista especialista em Disfunção Temporomandibular (DTM) ou Médico do sono. Pois, esses sintomas podem estar relacionados a causas um pouco mais complexas e precisam ser tratadas.