O Oscar é a tradicional premiação que contempla os produtores, diretores, atores e todos os envolvidos na indústria do cinema mundial, e por consequência da pandemia, as exibições de cinema, bem como as gravações, tiveram que ser interrompidas, e os efeitos desse período ainda serão sentidos por um bom tempo.

Com uma estimativa de perdas perto dos 100 bilhões de dólares só no primeiro ano de pandemia, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que promove a cerimônia de premiação do Oscar, também vai deixar de arrecadar com o evento deste ano. A festa ocorre entre janeiro e fevereiro, mas em 2021, teve sua data adiada 2 vezes, sendo cogitada inclusive o seu cancelamento, mas segundo o atual presidente da Academia, David Rubin, “o cinema é uma arte que nos consola e entretém nos nossos momentos mais difíceis, e esse é um deles.” Por isso, não podia deixar de ser realizada, mesmo com adaptações. Finalmente, foi confirmada a cerimônia de premiação do Oscar 2021 para o dia 25 de abril, sem público, sem eventos pré e pós premiação, que também movimentavam milhões de dólares todos os anos. Serão apenas os apresentadores e alguns indicados, mas é muito provável que boa parte acompanhe a premiação a distância.

And the Oscar goes to…

Sem exibição em salas de cinema recordes de bilheteria, a Netflix, que já foi alvo de críticos em anos anteriores por concorrer com suas produções, lidera nas indicações este ano.

O que acontece é que existe um critério para a academia aceitar os pedidos de filmes para a concorrer as premiações, e um deles é ter sido exibido em salas convencionais de cinema com bilheteria, por pelo menos 7 dias seguidos. Por isso, em 2019 as produções da Netflix passaram a ser lançadas simultaneamente nas salas de cinema e na sua plataforma de streaming, tornando as suas produções elegíveis. Mesmo assim, alguns críticos de cinema e membros da academia não concordavam, pois o modelo de produção e promoção dos filmes são bem diferentes do cinema tradicional.

Então, chegamos ao ano de 2020 e o cinema fez o caminho inverso. Para o evento de 2021 acontecer, a Academia teve que se reunir e mudar algumas regras para tornar os filmes exibidos nas plataformas digitais elegíveis, já que não houve exibição de filmes em salas de cinema por quase todo o ano.

A Netflix então, tornou-se a plataforma de streaming com mais indicações, e você vai pode conhecer agora e já começar a fazer suas apostas. Quem será que leva o Melhor Filme?

Lista dos indicados ao Oscar 2021 da Netflix

Mank –  Conta a história do roteirista Herman J. Mankiewicz, enquanto escrevia o filme Cidadão Kane e tinha que lidar com a indústria Hollywoodiana daquele tempo. Foi indicado em 10 categorias incluindo de melhor filme.

Os 7 de Chicago – baseado na história real de um grupo de manifestantes que protestavam contra a guerra do Vietnã e acabaram sendo processados pelo governo dos EUA, por incitação à violência. Recebeu 6 indicações ao Oscar.

Pieces of woman – conta o drama de uma mulher que perdeu o filho no parto feito em casa e sua vida passa por um profundo luto. Indicado a categoria de melhor atriz.

A voz suprema do Blues – em 1927, durante a gravação de seu álbum fonográfico, o filme mostra os conflitos entre a “Mãe do Blues” e o trompetista Levee, que ainda precisam combater a supremacia branca que liderava a gravadora na época. Está concorrendo em 5 categorias.

Era uma vez um sonho – conta a história de uma família que se muda para Ohio, em busca de um futuro melhor. O filho mais novo vai estudar direito em Yale, mas quando retorna pra casa encontra sua família com mais dificuldades. Foi indicado em 2 categorias.

Anúncios


A caminho da lua – a história de uma menininha que constrói uma nave espacial para viajar até a lua em busca de revelar o segredo de uma Deusa lendária. Indicado a melhor filme de animação

Shaun, o carneiro, O filme: A fazenda contra ataca – esse é um longa-metragem de uma serie infantil da própria Netflix que garantiu uma indicação na categoria de melhor animação.

O tigre branco – conta a história de um jovem indiano que supera dificuldades e se tornou rico e presunçoso. Está concorrendo na categoria de melhor roteiro adaptado.

Ainda fazem parte da extensa lista de filmes indicados da Netflix:

Relatos do mundo

Rosa e Momo

 Festival Eurovision da Canção

 Problemas Monstruosos

Céu da meia noite.