Já ouviu falar em real digital?

O Banco Central fez um anúncio sobre o projeto de emitir uma moeda digital no Brasil e isso aguçou a curiosidade de todo mundo.

Mas não, o Brasil não vai criar um Bitcoin próprio, há uma grande diferença entre uma coisa e outra.

O Bacen quer mudar as características da moeda real.

A ideia é simplificar; fazer a internalização e digitalizar a moeda.

Já pensou como isso vai impactar sua vida?

Gostou do assunto? Quer saber como vai funcionar, vem com a gente neste post.

 

Saiba o que é uma moeda digital

A moeda digital é o próprio dinheiro em si. É o dinheiro na forma digital e não física.

As moedas digitais podem ser qualquer dinheiro virtual como o que temos em lugares como Pay Pal.

A vantagem é que vai ser possível rastrear melhor o dinheiro ao redor do mundo.

Anúncios


Um exemplo é o Pix, em que também se tem mais controle do dinheiro circulando.

 

Saiba o que é a moeda digital proposta pelo Banco Central

Moeda digital brasileira: o que é isso?

Sabe as notas de real que você guarda na sua carteira?

A moeda digital seria mais ou menos como elas, com a diferença de só existir no ambiente virtual.

A moeda digital traz muito mais vantagens que desvantagens.

Em termos de custos e eficiência, o real digital reduzirá custos, já que imprimir cédulas não é barato.

Mas o que é essa moeda digital na prática?

Conhecida por CBDC, uma moeda digital emitida pelo banco central é como a versão virtual da moeda de um país.

Assim como a moeda física, como a nota de real que você conhece, a moeda digital também serve para realizar compras, estipular o valor, poupar para investir e por aí vai.

 

Veja qual percentual das operações são feitas com cédulas

 

Talvez você esteja se perguntando a real importância da moeda digital, pelo fato de boa parte dos pagamentos e transações já serem feitas de forma digital.

Você compra uma mercadoria, paga um boleto, faz uma transferência de valor, tudo pelo app do seu banco, ou seja, sem envolver dinheiro físico.

Como se vê, grande parte das transações que acontecem no país já são feitas na forma digital.

Pois bem, o Banco Central fez um comunicado recentemente onde afirmou que o dinheiro continua materializado, continua físico.

Isso ocorre apesar desta quantidade de pagamentos eletrônicos estar crescendo nos últimos anos.

O relatório The Global Payments Report deu ênfase a isso, destacando que apenas 35% das operações foram feitas com cédulas. Isso com base em 2020.

 

Veja como o país poderá economizar com o lançamento do real digital

 

Hoje a única forma do Banco Central emitir dinheiro é por meio da emissão de notas e moedas em espécie.

E isso custa dinheiro.

Com a criação do real digital, o Bacen poderá emitir reais no formato virtual.

Desta forma, passará a colocar em circulação moedas que nunca foram impressas e mudando nossa forma de enxergar o dinheiro.

Mas não é um movimento apenas no Brasil. A China foi o primeiro país do mundo a criar sua moeda digital.

Além do Brasil, países como Suécia, EUA e Coreia do Sul estudam criar suas moedas digitais emitidas por bancos centrais.

 

Entenda por que o real digital não pode ser confundido com o Bitcoin

 

Isso quer dizer que o Brasil vai criar sua própria criptomoeda?

Não, o Brasil não está criando seu próprio Bitcoin!

Muitas pessoas confundem o termo com as criptomoedas.

Apesar de as moedas digitais, como o futuro real digital, e as criptomoedas, como o Bitcoin, viverem no mundo digital, há muita diferença entre elas.

Uma moeda digital é emitida pelo banco central, é regulada pela autoridade monetária de um país.

Já as criptomoedas são moedas descentralizadas que utilizam blockchain e tem viés especulativo.

E quem regula o sistema é a própria rede de usuários, não uma instituição.

As criptomoedas são ativos financeiros, já as CBDC funcionam como o dinheiro tradicional, que usamos no cotidiano.

Por outro lado, você não pode pagar por qualquer coisa usando criptomoeda, não é?

Com o real digital, não, você pode pagar qualquer coisa que um dinheiro físico possa pagar.

Em outras palavras, o real digital vai ser real, porém, apenas no ambiente virtual.

Com ele você vai poder fazer tudo o que já faz com o real no mundo real, no mundo físico. Apesar de ele ser apenas virtual.