Se você não sabe para onde quer ir, qualquer direção serve para você.

As incertezas destes tempos de pandemia podem contribuir para aumentar o medo de fracassar na carreira.

Sentir um pouco de medo em uma época como esta pode ser encarado como algo normal.

Como vão as coisas no trabalho?

Se esta pergunta já te provoca taquicardia, cuidado.

A excessiva cobrança de sucesso no trabalho, em querer acertar sempre, pode acabar atrapalhando mais do que ajudando em uma hora destas.

Se pintou o medo, não o ignore, mas se prepare, estude, se informe e tome as decisões no seu trabalho, não deixe de agir, mesmo com medo.

Cobrança excessiva, medo de errar, carreira estagnada, concorrência aumentando…

Se você se identificou com alguma destas situações ou se você também se sente estagnado em sua profissão, confira 10 dicas simples de como você pode usar o medo como seu aliado e não deixar que ele atrapalhe a sua carreira:

 

 

Anúncios


 

 

1 – Decida seu rumo

Qualquer direção serve para você, se você ainda não sabe para onde quer ir.

Antes de qualquer coisa, você precisa saber o que você quer, que direção quer seguir.

Reflita sobre o que você quer. Qual é o seu objetivo? Qual sua missão de vida? Qual sua missão no trabalho?

Sem definir isso, não saia do lugar. Espere até ter esta resposta bem clara na sua mente.

 

 

2 – Lidar com o medo

Nem todo mundo sabe lidar com o medo do fracasso. E isso pode levar a pessoa a se autossabotar e se tornar vítima de si mesmo.

O medo do fracasso acaba impedindo você de agir, de ver o rumo a seguir, de qual decisão tomar. Se você não sabe o que fazer, se está sentindo o peso da responsabilidade, o melhor a fazer é parar.

 

 

3 – Faça uma pausa

Talvez o medo esteja aí apenas porque você esteja indeciso em relação a rota a seguir.

Talvez, seja esta falta de direção e de objetivo definido que te paralisa. Quando você tiver bem claro o que você quer, o medo vai embora.

Quando o medo te domina, talvez seja hora de fazer uma pausa.

O medo pode estar atrapalhando tua visão, prejudicando sua capacidade de vislumbrar seu objetivo. Faça uma pausa até encontrar o equilíbrio de novo.

 

 

4 – Qual o motivo do medo

Pausa feita, deixa as coisas serenarem e reflita: qual é o motivo deste medo? É medo de críticas, é medo de errar, é medo da concorrência, é o peso da responsabilidade, é medo por não saber qual caminho seguir?

 

5 – Vai com medo mesmo

Faça uma pausa até você descobrir o que te impede de superar este medo. Reflita.

Vai buscando dominar este desconforto, dominar o medo que te domina. Aos poucos.

Defina a direção e vai com medo mesmo.

 

 

6 – Um passo de cada vez

A partir daí, sabendo a direção, você pode planejar a rota, corrigir as velas para aproveitar o vento contrário.

Definido o objetivo e a direção, vai com medo mesmo. Um passo de cada vez. Uma vitória para cada dia.

E assim, saindo da zona de conforto, você vai indo, encarando seus medos. Mas sempre em frente.

 

7 – Ter medo não é ruim

Se o medo não for embora, você vai se acostumar com ele, mas ele não vai te atrapalhar.

Você jamais estará tão preparado quanto julgar que precise. Não adianta querer ser um super-herói, conviva com o medo e não deixe ele te paralisar.

O medo não é mal. Quando estamos com medo, o cérebro libera adrenalina e nos deixa em estado de alerta. E, sendo cautelosos, seremos mais assertivos. Use o medo a seu favor.

 

8 – Planejamento e estudo

Não coloque muitas expectativas.

Seja mais realista, se não conseguiu da primeira vez, se uma decisão deu errada, isso não é fracasso, é aprendizado.

O fracasso não é o contrário do sucesso. O sucesso é composto também de tentativas e fracassos. Planeje, estude, se informe, procure ajuda, corrija a rota, organize, reavalie e persista.

 

9 – Siga em frente

Mesmo com medo, siga em frente. Não tome decisões por impulso. Estude o percurso, se prepare e parta para a ação.

O risco do fracasso não está no erro que você pode cometer, mas sim, nas ações que você escolhe não executar.

Então, rota definida, planejamento feito, siga em frente. Sempre.

 

10 – Procure ajuda

Não subestime o seu medo, mas também não subestime a sua capacidade. Você é muito maior do que possa imaginar.

Jamais fuja dos problemas, encare e resolva, um de cada vez, mas resolva. Se nada disso ajudar, procure ajuda de um profissional ou de alguém que inspira você no seu trabalho.