Não é só na bolsa de valores que tem investidores apostando no mercado de opções.
Os mineradores de Bitcoin implementam uma versão diferente, mas usando a mesma estratégia da bolsa de valores.
Assim, conseguem gerar rendimentos com criptomoedas no estilo de opções, a chamada “yield farming”.
Ou seja, em vez de vender Bitcoin para arrecadar dinheiro, eles começaram a vender opções de compra de Bitcoin.
Assim, geram rendimentos com suas carteiras digitais, utilizando uma estratégia bastante comum no mercado de finanças convencional.
Se você gostou do assunto ou está com dúvidas, confira nosso post até o fim e saiba como este mercado pode ser lucrativo.

Veja como mineradores de Bitcoin faturam no mercado de opções

Os mineradores acumulam tokens para tornar suas ações mais atraentes para investidores mais ousados.
É este público, dos investidores que buscam rentabilidade tendo exposição aos ganhos do Bitcoin.
Acontece que os mineradores têm muitos gastos para minerar. Além do investimento em tecnologia, o custo alto da energia elétrica necessária é um peso e tanto na planilha de custos.
Ou seja, para ‘fabricar’ criptomoedas é preciso equipamentos de informática caríssimos e contas de energia gigantescas.
Sem contar que para minerar é preciso resolver quebra-cabeças criptográficos e a partir daí gerar novas moedas.
Então, em vez de vender Bitcoin para ganhar dinheiro e ter lucro, algumas empresas começaram a vender apenas as opções de compra de Bitcoin.
E esta estratégia de gerar rendimentos com suas carteiras é bem comum nas finanças convencionais, porém, até então não era praticada no mundo digital das criptomoedas.

Entenda qual é o segredo do mercado de opções

Do mesmo jeito que no mercado que você está acostumado, o mercado financeiro convencional, também os mineradores resolveram usar a mesma estratégia.
Ou seja, as empresas exploram o mercado de opções, onde os contratos frequentemente expiram sem valor.
Desta forma, quando isso acontece, o proprietário do contrato não recebe nada, e quem vendeu o contrato acaba ficando com o que o comprador pagou.
Neste caso, quem fica com o valor é o minerador de Bitcoin.

Entenda como um minerador pode ganhar ou perder dinheiro com as opções

Vamos a um exemplo sobre o assunto para facilitar o entendimento deste assunto.
Por exemplo, nesta semana o Bitcoin está sendo negociado na casa dos US$ 40.000.
Sendo assim, se você é um minerador e resolver vender uma opção de compra com um preço de US$ 50.000 e o Bitcoin não subir até a data em que o contrato expirar, você que é o minerador é que vai ganhar dinheiro.
Ou seja, dependendo do negócio, os retornos anuais, chamados de dividends yields, podem chegar a porcentagens de dois dígitos.
Entretanto, nem tudo são flores e a estratégia tem seus riscos.
Um deles ocorre, por exemplo, se o Bitcoin atingir o preço de exercício, neste caso, os mineradores perdem dinheiro.
Para estes casos, o risco pode ser reduzido se você, como minerador, negociar vários contratos com preços diferentes.

Saiba mais sobre a mineração e o mercado de opções

Os mineradores do chamado capital aberto partiram para esta estratégia a fim de expandir os lucros sem emitir novas ações ou ter novas dívidas.
Esta foi uma das várias estratégias de geração de rendimento para financiar a expansão.
Para você ter uma ideia, outros blockchain como o Ethereum, que é o segundo maior do mundo, têm variadas maneiras de gerar renda.
E destas, muitas se enquadram no “yield farming”, uma estratégia popular, mas que não conta com bom nome no mercado financeiro pelo risco que apresenta.
Outra opção, ou melhor, outra estratégia usada pelas empresas são as opções casadas de compra.
Neste exemplo, você vende uma opção de compra e depois compra uma a um preço mais alto para não perder na alta.