A moda foi apontada como o segmento que mais cresceu no franchising neste ano. Dentro disso, marcas como Calçados Bibi e Milon acompanham bom momento do setor.
O levantamento foi feito pela Pesquisa Trimestral de Desempenho do setor de franquias realizada pela ABF (Associação Brasileira de Franchising).
A pesquisa mostrou que o setor permanece em ritmo de recuperação, atento aos desafios de um ambiente macroeconômico com inflação e juros em alta.
O estudo foi feito referente a janeiro a março deste ano e apontou que as redes de franquias cresceram 8,8% em faturamento neste trimestre.
A comparação é feita em relação a igual período do ano passado.
E então, quer ver tudo sobre este assunto, confira nosso post até o final.

Veja quanto cresceu o segmento de moda no franchising

O segmento passou de R$ 39,881 bilhões para uma receita de R$ 43,380 bilhões.
O balanço referente ao primeiro trimestre indicou, ainda, crescimento da receita em todos os 12 segmentos da ABF.
Entretanto, o que mais se destacou e teve desempenho no faturamento melhor do período foi o de moda.
Este crescimento, pela pesquisa, foi de 13,5%, beneficiado pela retomado do trabalho e eventos presenciais.
Isso também se deve a maior movimentação em shopping centers e outros locais de grande circulação de pessoas.

Saiba como está o desempenho do varejo no país

Outro levantamento, que avalia o setor de comércio varejista nacional, também é bem positivo.
A estimativa é de seguir com crescimento em 2022. É o que mostra a pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
Divulgada na segunda semana de maio, a pesquisa aponta que o varejo registrou alta de 1,3% frente ao mesmo período do ano anterior.
De acordo com o IBGE, a atividade de tecidos, vestuário e calçados registrou saldo positivo de 24,1% no 1º tri de 2022.
Já em março, o crescimento foi de 81,3%, em relação ao mesmo mês de 2021, sendo o terceiro consecutivo e o maior aumento desde maio do ano anterior.

Saiba qual foi uma das marcas que mais cresceu

Comprovando estes dados, a Bibi, marca de calçados infantis cresceu 75% em vendas nos três primeiros meses de 2022.
Este crescimento é analisado se for comparado com o mesmo intervalo de 2021.
Com mais de 130 lojas no Brasil, a Bibi comercializa apenas calçados e acessórios para crianças de 0 a 9 anos.
Desta forma, agora a rede aposta na expansão de lojas para ampliar a presença no Brasil.
E para 2022, a Bibi prevê implantar 37 operações, sendo 25 em solo brasileiro e 12 no exterior.
Outro investimento que vale destacar frente a este crescimento é o lançamentos de coleções e serviços digitais, como venda via link, e-commerce e aplicativo.
Ou seja, a empresa investe em canais que permitem alavancar as vendas por meio de tecnologia, para atrair diferentes perfis de consumidores.

Entenda alguns motivos que levaram ao crescimento

O aumento das vendas se deve a retomada do comércio e a volta da confiança do consumidor em sair de casa.
As empresas perceberam este aumento expressivo nas vendas já nos primeiros meses deste ano.
E, é claro que, como a Bibi trabalha com a linha de calçados infantil, além da retomada da economia contou muito a volta as aulas.
O retorno às aulas impulsiona a busca por novos calçados e mochilas, ou seja, já era esperado, conforme destacou a presidente da Calçados Bibi, Andrea Kohlrausch.

Veja o que esperar dos próximos meses em relação às vendas

As empresas de moda acreditam que o aquecimento do setor irá se manter.
E esta expectativa, segundo a presidente da calçadista gaucha, se deve ao fato não só da volta as aulas presenciais, como também os encontros em família sendo realizados com mais frequência.