Negativado pode ter cartão de crédito?

Está negativado e quer adquirir um cartão de crédito? Então leia este post para saber quais são as opções de cartão para negativados!

Atualizado em novembro 27, 2020 | Autor: Michelle
Negativado pode ter cartão de crédito?

Sim, pessoas com o CPF negativado podem adquirir um cartão de crédito, já que algumas instituições não exigem consulta a órgãos de proteção de crédito, como o SPC e o Serasa, nem pedem comprovação de renda para aprovar determinados cartões de crédito.

Entretanto, as opções de cartão para os negativados são mais restritas, pois na grande maioria dos casos, eles não podem adquirir cartões convencionais, que exigem análises de crédito minuciosas, apenas cartões pré-pagos e cartões de crédito consignado.

Anúncios


As empresas limitam as opções de cartões para negativados por um motivo: Elas possuem uma garantia maior de pagamento com essas modalidades de cartão de crédito.

A seguir, o Alto Tiete Web explicará como cada um desses cartões funciona. Confira!

Cartão pré-pago

O cartão pré-pago não exige nenhum tipo de análise de crédito e de renda. Em alguns casos, não é preciso nem ter uma conta em um banco. Sendo assim, pessoas com negativadas conseguem solicitar esse cartão sem nenhum problemas.

Quem possui um cartão pré-pago pode fazer qualquer compra no crédito, incluindo compras online e assinar serviços de streaming. No entanto, o cartão pré-pago não permite compras parceladas.

Antes de fazer qualquer compra com esse tipo de cartão, é necessário fazer uma recarga com o valor que você quiser, pois os bancos não liberam nenhum tipo de limite de crédito.

Além disso, os bancos podem cobrar diversos tipos de taxa sobre esse tipo de cartão.

Cartão de crédito consignado

Os negativados também podem adquirir um cartão de crédito consignado, entretanto esse tipo de cartão só é concedido para beneficiários do INSS, servidores públicos e trabalhadores de carteira assinada, desde que a empresa possua um convenio com um banco que ofereça esse tipo de cartão.

Apesar dessa restrição, o cartão de crédito consignado pode ser usado como um cartão de crédito convencional, sendo possível assinar serviços, fazer compras e até comprar parcelado por meio dele.

Esse tipo de cartão também possui uma outra restrição, ele está sujeito à margem consignável. Isso significa que o limite de um cartão de crédito consignado não pode ser superior a 5% da renda de um solicitante.

Qual das duas opções é a melhor?

Agora que você conhece as opções de cartão de crédito para negativados, o Alto Tiete Web irá analisar suas características, a fim de saber se há ou não uma opção mais vantajosa que a outra. Vamos começar falando das vantagens de cada um deles.

O cartão de crédito pré-pago pode ser usado por qualquer pessoa, não há necessidade de nenhuma análise de crédito ou de renda. Em alguns casos, não é preciso nem ter uma conta bancária.

Além disso, o cartão de crédito pré-pago não possui um limite pré-estabelecido, ou seja, é você quem determina o limite, pois para usá-lo, é necessário fazer uma recarga com um determinado valor.

O cartão de crédito consignado, por sua vez, é basicamente um cartão de crédito convencional, mas que pode ser utilizado por pessoas negativadas. Dessa forma, é possível até mesmo fazer compras parceladas por meio dele.

A fatura desse cartão é descontada diretamente da folha de pagamento, o que representa uma garantia de pagamento para as instituições financeiras. Sendo assim, os bancos tendem a cobrar apenas o rotativo ou alguma taxa de anuidade.

Entretanto, o cartão consignado possui um uso mais restrito, já que é exclusivo para beneficiários do INSS, servidores públicos e trabalhadores CLT, cujo empregadores possuem vínculo com uma instituição bancária que emite esse tipo de cartão.

Além disso, o limite do cartão consignado não pode ser maior que 5% da renda de uma pessoa, o que pode ser ruim, principalmente para quem ganha pouco.

No entanto, o cartão pré-pago também possui suas desvantagens. O uso desse cartão é mais restrito, se comparado ao cartão consignado, pois ele não pode fazer compras parceladas.

Ademais, os bancos podem cobrar diversas taxas sobre um cartão pré-pago e, dependendo do caso, o seu uso pode sair um pouco caro. Esse tipo de cartão pode ter taxas de adesão, mensalidade, saque e de recarga.

Mas afinal, qual dos dois é o melhor?

A resposta para essa pergunta vai depender das suas condições. Afinal, cada um dos cartões é bem balanceado, sendo que cada um deles possui suas vantagens e desvantagens.

Se você não possui os requisitos para adquirir um cartão consignado, o pré-pago surge como uma excelente opção.

Apesar de não permitir parcelamento e das taxas cobradas, o cartão pré-pago pode ser usado como um cartão convencional. Dessa forma, você poderá fazer compras online e ainda usar aplicativos de transporte ou assinar serviços de streaming.

Se você possui os requisitos para ter um cartão consignado, quer ter um cartão de crédito com poucas taxas, mesmo com limite menor, então ele pode ser uma boa opção, principalmente porque você também poderá parcelar as suas compras por meio dele.