A Netflix você já conhece e dispensa apresentações.

Ela foi tão disruptiva que virou sinônimo de streaming no mundo todo e no Brasil não foi diferente.

Mas desde o final de novembro passado a Netflix ganhou um concorrente de peso por aqui: a Disney Plus.

Esta nova plataforma não chegou apenas com cara de ratinho e orelhas redondas. Ela chegou para revolucionar o mercado de streaming aqui no Brasil.

Por um lado, a Netflix é pioneira e alçada a mais poderosa do mundo, detém a liderança do mercado em número de assinaturas.

A seu favor, a Disney+ nasce da costela da maior indústria de cinema do mundo.

Afinal, qual das duas é melhor? O que eu faço, cancelo, faço a migração ou fico com as duas?

 

O que mudou no streaming do Brasil?

Se você tem um streaming na sua casa e não sabe o que fazer, o mais indicado é comparar.

Mas nem só de pão vive-se. Além das duas plataformas, há outras existentes no Brasil e que valem a sua atenção.

Para te ajudar nesta dura tarefa a gente trouxe algumas dicas que podem colaborar nesta decisão.



Desde a chegada da Disney+ muita coisa vem mudando em terras tupiniquins.

O streaming da Minnie tem parceria com Globo Play por exemplo, que dá desconto para quem assinar os dois.

Mas, para quem não é noveleiro, a Globo Play deixa de ser uma boa opção, embora tenha tido muitos avanços nos últimos meses.

Já a Prime Vídeo, da Amazon, deve acusar o golpe.

Ela acabou perdendo muitos títulos da Disney que até então estavam disponíveis na plataforma de Jeff Bezos.

No final das contas, o embate acaba entre Disney Plus e Netflix.

 

 

O que pesa a favor da Diney+

É líquido e certo que a Disney Plus não ‘chega chegando’, pois seu acervo ainda é bem menor que da principal concorrente.

Mas não há como negar o poder de fogo, afinal, lança mão de produções da própria Disney, as princesas, os filmes e séries originais da marca.

E o time tem mais nome de peso: produções da Marvel, Pixar, a franquia da Star Wars e os documentários da National Geographic.

 

 

Compare as duas e escolha

Vamos comparar algumas informações das duas para você tirar sua própria conclusão.

A Disney+ chegou no Brasil com assinatura mensal a R$ 27,90. É mais cara, mas permite usar o serviço em até 10 telas ao mesmo tempo.

A Netflix tem seu plano básico a R$ 21,90 por mês, mas permite apenas uma tela.

Para poder ter acesso a duas telas simultâneas, o preço sobe para R$ 32,90. E aí já fica mais cara que a concorrente.

Já na qualidade de vídeo ponto para a Disney Plus.

A Disney+ oferece maior qualidade de definição de imagem, com a tecnologia 4k, enquanto na Netflix a qualidade é ofertada conforme o plano.

Por sua vez, a Netlix ganha um ponto a mais por tem maior catálogo. É a expertise de ser a pioneira jogando a seu favor.

E aí, difícil decidir?

É melhor pagar menos, ter uma tela e qualidade menor, mas ter mais opção no catálogo?

Ou pagar um pouco mais, ter 10 telas simultâneas, maior qualidade e um número menor de opções?

 

Os lançamentos de março pesam a favor de quem?

Se você ainda não tomou a decisão, quem saber dar uma última olhadinha nos lançamentos de março vai te ajudar.

A Netflix traz para março lançamentos como “Sky Rojo”, do mesmo criador de “La Casa de Papel”, “F1: Dirigir para viver”, “Dia do Sim”, além do filme nacional “Cabra da Peste” e três do lendário “Karatê Kid”.

Na Disney Plus, os lançamentos do mês trazem “Raya e o último dragão”, “Falcão e o soldado invernal”, além de “Lendas da Marvel”, “Nat Geo Lab” e outros.

 

Antes de decidir, veja qual se adapta a sua realidade                      

 

Antes de tomar sua decisão final, informe-se sobre as plataformas.

Qual tem menor preço, qual oferece mais telas simultâneas, maior qualidade de imagem e som…

A única coisa que você precisa descartar é não descartar nenhuma e assinar mais de duas plataformas.

A não ser que ter tempo e dinheiro não seja problema. Se for assim, parabéns para você, é só preparar a pipoca!