O Nubank, uma das fintechs mais populares do país, está estudando meios para acabar com os juros rotativos do seu cartão de crédito. A informação foi anunciada pela cofundadora do Nubank, Cristina Junqueira.

Para reduzir os juros do rotativo, a Nubank está há 11 meses realizando testes com seus clientes. Para isso, a empresa reuniu um time com 20 funcionários, chamado de “Reinventado o Cartão de Crédito”.

De acordo com os resultados preliminares obtidos pela equipe, será possível acabar com os rotativos do seu cartão a partir do ano que vem.

Cerca de cento e cinquenta mil clientes do banco foram usados nos testes, e já possuem um cartão seguindo esse modelo.

Os testes também mostraram que na maioria das vezes, os clientes não percebem, ao entrarem no crédito rotativo, que existem outras opções de crédito mais adequadas.

Dessa forma, a ideia é substituir a cobrança dos juros do rotativo por um parcelamento da dívida, com uma taxa de juros bem menor. Ao fazer isso, as taxas de juros, que atualmente são de 13% ao mês, caírem para 6% ou 7% ao mês.

Além disso, os clientes do Nubank poderão contratar um empréstimo pessoal ao invés do rotativo, contando também taxas de juros mais baratas. Ou seja, eles poderão trocar uma dívida cara por outra mais barata.

Segundo o Nubank, aproximadamente 3% dos seus 30 milhões de clientes estão usando o crédito rotativo.

 

O que são os juros rotativo?

O rotativo é um tipo de crédito destinado a clientes de cartões de crédito. Ele é destinado para as pessoas que não conseguiram pagar o valor total da fatura do cartão de crédito.

Desse modo, mesmo que uma pessoa pague uma parte da fatura, ela não poderá ficar sem pagar os rotativos.

Anúncios


Sendo assim, a diferença entre o valor que foi pago e o valor total da fatura são pagos pela instituição financeira, transformando-se em um crédito. Dessa forma, o valor a ser pago pelo cliente passa a ter juros.

De acordo com as novas regras para o crédito rotativo, elaboradas pelo Conselho Monetário Nacional em abrir de 2017, o rotativo só pode ser usado apenas uma vez por mês.

O objetivo das novas regras estabelecidas pelo Conselho Monetário Nacional é reduzir os juros cobrados por essa linha de crédito e, assim, evitar que os consumidores cheguem em um superendividamento.

De acordo com o Banco Central, em setembro de 2020, os juros do rotativo do cartão de crédito chegaram a 310,2% ao ano.

Sendo assim, é importante cuidar bem das suas finanças, para pagar as suas faturas em dia, para evitar qualquer tipo de dívida.