Se você entrar em uma livraria, provavelmente vai encontrar na sessão de best-sellers, pelo menos 5 livros que falam sobre enxergar a vida de forma positiva para ser bem sucedido. Num mundo tão caótico e uma população depressiva, esse tema desperta o interesse de muitas pessoas, principalmente quando garantem que a sua vida vai ficar melhor.

O pensamento positivo sobre a vida é comprovadamente algo que promove uma satisfação para quem o exercita, mas para muitos é uma forma de maquiar os problemas e distorcer a realidade.

Negar um momento de desilusão e tristeza não vai mudar o fato do que aconteceu, e não pode transformar um luto em alívio e felicidade.

Ser pessimista ou realista?

É preciso saber diferenciar um comportamento pessimista, dos fatos reais que nos circundam. Uma pessoa que foi diagnosticada com câncer por exemplo pode ter o seguinte pensamento pessimista:

-Não vou fazer a tal cirurgia, não vai ter jeito! Mesmo que eu me cure agora, pode voltar pior depois.-

Num pensamento realista, a pessoa pode se sentir muito triste e preocupada, não sabe o que esperar, e o que pode acontecer, mas se precisa passar por um processo cirúrgico, ela faz e pede apoio e carinho das pessoas próximas.

Quando um pensamento positivo tóxico entra em ação, geralmente uma pessoa que tem o pensamento pessimista como no primeiro exemplo, tende a ser abandonada pelos otimistas tóxicos, que geralmente não aceitam conviver com indivíduos muito negativos.  Já no segundo exemplo, um momento de tristeza e medo, são levados como algo bobo e não racional, já que a melhor coisa é sempre pensar que tudo vai dar certo e talvez a doença suma sem que precise de cirurgia.

Alguns psicólogos, estudantes do assunto, e problemas relacionados a depressão, acreditam que esse tipo de pensamento, atrapalha a vida das pessoas e podem afetar a saúde física a longo prazo, dificulta a capacidade de enfrentar os problemas e resolve-los com propriedade, infantiliza o indivíduo que passa a não distinguir o que é fantasia, e o que é realidade.

Nutrir um pensamento pessimista não é bom, mas não é saudável negar os acontecimentos mais difíceis com frases e ideologias de positividade.

Fatores fisiológicos

Anúncios


O cérebro é o órgão responsável por canalizar sensações e emoções para o resto do corpo, e também é um receptor de emoções externas, que funcionam como mecanismo primitivo de defesa, ativando um instinto de sobrevivência natural.

Se sentimos tristeza, preocupação e angústias, são sentimentos que o cérebro humano sente em reação aos estímulos que sofreu. Fazer alguém acreditar somente no lado bom de tudo que acontece, pode nos tornar mais frios e sem empatia pelos sentimentos alheios.

Sofremos desde o nascimento, quando saímos de uma bolsa de água quentinha e de repente o ar entra nos pulmões, uma claridade invade nossos olhos, o local já não é tão quentinho, e não passa a nossa fome só abrindo a boca. Ao nascer o bebê sofre todos esses traumas de uma vez, e no instinto por receber comida, ele chora até conseguir mamar.

O pesar faz parte do processo de amadurecimento humano, e produz em nós resiliência, além de garantir que podemos aprender com algumas falhas, e não errar mais.

 

Como a positividade tóxica causa problemas a saúde?

Alguns médicos e psicólogos alertam pra problemas físicos como síndrome do intestino irritável e doenças da pele.

Isso acontece porque uma pessoa que inibe seus sentimentos reais, para transformar em um otimismo que não existe, somatiza os efeitos negativos no próprio corpo, que vai se manifestar de alguma maneira.  Existe ainda o risco de desenvolver uma depressão no futuro, pois uma simples frustação de hoje, não encarada como deveria, pode contribuir pro desequilíbrio hormonal que afeta diretamente os neurotransmissores sensíveis a depressão.

Equilíbrio é a resposta pra tudo

A positividade não é ruim, mas deve ser algo natural, não anule perdas e descontentamentos para parecer forte. Aprender com os dissabores da vida é evoluir, e esse é o caminho pra encontrar o equilibro entre, o que é ser otimista e superar as dificuldades, ou ocultar os problemas embaixo e uma máscara de positividade.

01