Muita gente busca mais qualidade de vida, principalmente depois da pandemia. Confira 5 passos para conquistar qualidade de vida.
O erro de muitos é achar que ter qualidade de vida é fazer uma única coisa, como se fosse tomar um comprimido e tudo estaria resolvido.
Ter qualidade de vida pode variar de pessoa para pessoa, dependendo do seu perfil, casso ou região em que mora.
Pela questão socioeconômica, para você ter qualidade de vida, é levado em consideração questões como expectativa de vida, boa alimentação, renda e outros.
Então, para te ajudar a entender melhor este assunto, confira este post.
Estamos trazendo dicas valiosas para te ajudar a viver com qualidade.

Entenda o que é qualidade de vida

Fala-se muito sobre qualidade de vida e essa busca constante parece não ter fim.
Muitos se deram conta de que não tinham qualidade quando chegou a pandemia.
Aquelas horas perdidas no trânsito ou aquela loucura de trabalhar dia e noite, sem descanso, passou a pesar.
A rotina de “trabalhar, comer e dormir” passou a não ser suficiente depois da pandemia.
Muitas pessoas se deram conta de que viver com mais qualidade, com menos estresse, era mais importante do que muita coisa que pensavam ser.
Foi uma descoberta, uma novidade, para muitos.
Mas, afinal, o que é qualidade de vida.
A sensação que se tem é que tudo é muito corrido e não sobra tempo é que a vida passa rápido.
A Organização Mundial da Saúde explica o conceito de qualidade de vida.
Para a OMS, é a percepção que o indivíduo tem sobre a sua posição na vida.
E isso vai do contexto cultural, valores, objetivos e metas, além das suas expectativas e preocupações.

Veja quais são os principais indicadores de qualidade de vida

Ter qualidade de vida não é fácil, justamente porque engloba muitas coisas.
E vai depender de cada um e do seu olhar.
Entretanto, há parâmetros sociais, de saúde, econômicos, educacionais, culturais, entre outros, que são indicadores de ter ou não qualidade de vida.
Independentemente de qualquer coisa, os principais indicadores de qualidade de vida podem ser resumidos da seguinte forma: as principais necessidades.
Então, quais são suas principais necessidades para viver com qualidade?
– Ter saúde (física e mental);
– Educação (básica, superior e técnica);
– Ganhar dinheiro (trabalho formal ou autônomo);
– Ter moradia e saneamento básico;
– Ter boa alimentação;
– Poder desfrutar da vida, de bons momentos ou bens materiais.

Veja 5 dicas para ter uma boa qualidade de vida

Como já foi dito, a qualidade de vida pode mudar de um para outro.
Porém, outra questão importante para se analisar é saber o que é ou não ter qualidade de vida, infelizmente, não significa ter qualidade de vida.
Ou seja, saber o que é não garante que saibamos alcançar.
Então, afinal, como conseguir uma melhor qualidade de vida?
Desta forma, confira os 5 passos para alcançar uma vida com mais qualidade.
Estes passos são baseados no livro “Qualidade de Vida”, publicado em 2012 pela Escola de Artes, Ciências e Humanidades da USP. Confira:

1. Mantenha hábitos saudáveis

Saúde e qualidade de vida estão ligadas, simples assim.
Uma coisa não existe sem a outra.
Não adianta conquistar todas as suas metas e não ter saúde para desfrutar delas.
Então, só existe uma regra: adote hábitos saudáveis.
Quais são eles?
Vamos trazer o top 7 para te ajudar a ter saúde através de bons hábitos.
De quebra, como as 7 dicas para hábitos saudáveis, uma delas fala em praticar atividades físicas, aproveitamos para citar 7 exemplos de atividades.
Quer ver? confira:

COMO TER HÁBITOS SAUDÁVEIS EXEMPLOS DE ATIVIDADES FÍSICAS
Tenha alimentação saudável e equilibrada Faça 30 minutos de atividade física por dia
Não fume Prefira as escadas em vez do elevador
Não consuma álcool e café em excesso Caminhe com filhos, pet ou sozinho
Descanse e durma 8h por dia Pratique esportes, pelo menos, um
Pratique atividades físicas Faça alongamento, é importante
Tenha momentos de lazer Transforme uma atividade em lazer
Administre seu tempo e cultive a leveza Respeite os limites do seu corpo

2. Pratique atividades físicas

Pois é, como você deve ter visto, acima, já falamos de alguns exemplos de atividades físicas.
Ter momentos de exercícios físicos ou esportivos são mais do que indicados para o bem-estar físico e também mental.
E isso tudo ajuda a promover a qualidade de vida.
Não sei se você é do tipo preguiçoso, mas saiba que a atividade física, entre elas a caminhada, é uma das fontes da juventude que a humanidade sempre buscou.
Além disso, movimentar o corpo contribui para saúde de modo geral.
Isso ajuda a melhorar as noites de sono, aumenta a autoestima e traz benefícios psicológicos.
Isso ocorre porque há liberação de endorfina no corpo.
Na tabela acima, citamos 7 formas e exemplos de você movimentar seu corpo.
Abaixo, confira mais algumas formas de se exercitar:
– Pratique um esporte, musculação, dança, luta, yoga, pilates ou outra atividade;
– Alongue-se antes ou após as atividades, ao acordar, antes do trabalho etc.;
– Movimente o corpo, isso contribui para saúde de modo geral.

3. Cuide da alimentação do corpo e da mente

Não adianta fazer dieta ou jejum.
Eles podem trazer benefícios, sim, mas você precisa ter uma boa alimentação.
Cuide do que você põe para dentro do seu corpo e da sua mente.
A qualidade de vida está no autocuidado e isso inclui alimentar-se bem.
Ah, é bem importante também que você se concentre na hora de comer, mastigue bem os alimentos e com calma.
Então, tenha, pelo menos, cinco refeições por dia: café da manhã, lanche, almoço, lanche e janta.
Tente ingerir diferentes frutas, verduras e legumes, todos os dias.
Sabe aquela história do prato colorido, pois é, é isso aí.
Evite alimentos industrializados, instantâneos e bebidas em excesso, principalmente as que contém açúcares.
Outra dica é hidratar-se com pelo menos dois litros de água por dia.

4. Tome sol

O sol contribui para o bem-estar e para a saúde, isso você já sabe.
Mas não adianta a gente falar apenas da vitamina D.
O sol tem muito mais do que isso, tem cálcio, diminui as chances de depressão e aumenta a imunidade.
Sem contar que produz melanina.
Então, reserve alguns minutos do dia para se expor à luz natural.
Apenas cuide do horário, para não se expor demais devido a possibilidade de câncer de pele.

5. Trabalhe para viver e viva para trabalhar

Esta dica de número 5 dispensa comentários, não é!?
Quem nunca viveu para trabalhar?
Quem nunca?
Pois é, então, independente da sua idade, é chegada a hora de inverter os ponteiros.
É importante você ter equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal.

Nesse sentido, o trabalhador pode:

– Planeje suas férias anuais
– Tenha tempo de descanso das obrigações
– Não levar o trabalho para casa.
– Mantenha o ambiente de trabalho organizado
– Em momentos de tensão, procure esfriar a mente, relaxar, respirar…

Veja os benefícios de manter uma boa qualidade de vida

Pois bem, se você chegou até aqui, você merece um plus.
Agora que você já tem as cinco dicas para ter qualidade de vida, vamos te brindar com os benefícios.
Caso você não tenha uma vida com qualidade, caso você não goste das famosas dicas, vamos te mostrar os benefícios que você terá se conquistar qualidade para sua vida.
Quem sabe, esta seja a virada de chave para ter uma vida com mais qualidade.
Se você tiver mais qualidade de vida, você terá uma vida melhor e mais longa.
Então, para finalizar, vamos trazer uma tabela e você, mentalmente, pode escolher de que lado você está.
São 7 linhas e você pode escolher, linha a linha, se você tem qualidade ou não na sua vida.
A cada linha, veja se você está do lado certo ou errado.
Por exemplo, leia a primeira linha, em relação ao trabalho, você trabalha em excesso ou separa as horas para o trabalho e para o lazer ou sua vida social?
Vai respondendo e, no final, faça a soma de quantas alternativas do lado esquerdo você marcou e quantas do lado direito.
Para encerrar, nem precisamos dizer que, para estar no caminho de ter uma vida com qualidade, é necessário que a maioria dos seus hábitos seja os da direita da tabela.
Boa sorte!

HÁBITOS ERRADOS HÁBITOS CERTOS
Trabalhar em excesso Separar horas do trabalho e horas do lazer
Dormir pouco ou passar noites em claro Dormir pelo menos oito horas por dia
Ter uma alimentação errada Ter boa alimentação com frutas e verduras
Deixar de praticar atividade física Praticar 30 min de atividades físicas/dia
Fumar e beber em excesso Não fumar e beber socialmente
Consumir açúcar e carboidrato em excesso Não exagerar ou consumir açúcar e carboidratos
Viver estressado Buscar práticas para desestressar