O matchá é extraído da Camellia Sinesis a mesma espécie de origem do chá verde e do chá preto, sendo o matchá feito com as folhas mais novas da planta e seu cultivo precisa ser na sombra, cerca de 20 a 30 dias antes da colheita.

Esse processo de cultivo aumenta o rendimento da clorofila a quantidade de aminoácidos e concentra melhor os nutrientes.

O pó do matchá possui uma coloração verde mais escura que o chá verde tradicional.

A bebida milenar de origem asiática era consumida pelos monges budistas antes de entrarem em longos períodos de meditação.

Matchá na culinária

Originalmente é um produto para fazer chás terapêuticos, o alto valor nutricional, e os benefícios do matchá, acabaram indo parar em receitas do dia a dia e encantou os amantes da gastronomia que incorporaram aos mais variados pratos que ganharam uma cor especial e benefícios para a saúde.

O matchá pode ser consumido na forma de sucos, vitaminas, pudins, pratos salgados, sopas e até guacamole. O sabor da bebida é intenso, podendo ser ligeiramente amargo. No entanto, quanto maior a qualidade do pó, mais doce será o matchá.

 

Benefícios para a saúde

Efeito rejuvenescedor

Ele contém catequina, que é uma classe de compostos vegetais que podem atuar como antioxidantes naturais, ajuda a reduzir os efeitos dos radicais livres, que levam ao envelhecimento precoce das células e são responsáveis por várias doenças crônicas e neurodegenerativas.

Aumenta a concentração

O matchá possui uma substância chamada de L-Teanine, que promove um estado de relaxamento e bem-estar. Além disso a combinação dessa substância com a cafeína presente na erva, induz a concentração mais focada. Por isso os monges budistas bebiam o chá da Camellia Sinesis obtido nessa técnica para conseguir esse tipo de resultado, um relaxamento em estado de alerta, que não os deixasse sonolentos, mas concentrados no que importa.

Anúncios


Previne Alzheimer e outras demências

Seus componentes antioxidantes atuam nas células neurais promovendo a renovação celular dos neurônios, o consumo regular do matchá pode reduzir ou retardar as doenças que afetam o nervo central.

Melhora o humor e diminui o estresse

Pode melhorar o humor, com a combinação de cafeína presente na planta. A cafeína ajuda a melhorar o desempenho cognitivo e o estado da guarda e a L-teanine promove o relaxamento, acalma diminui o estresse.

Protege o fígado

Pode promover a saúde hepática, porque ajuda a regular o metabolismo das gorduras no corpo, reduzindo sua acumulação no fígado, e também contendo antioxidantes que protegem as células do fígado. O chá era consumido na antiguidade para curar intoxicações alimentares após comer comidas muito gordurosas.

Combate a hipertensão

Ajuda a controlar a pressão arterial e reduzir os níveis de colesterol reduzindo o risco de doenças cardiovasculares.

Outros benefícios de matchá são:

Emagrecimento, diminui o colesterol LDL, reduz os níveis de açúcar no sangue, aumenta a energia para atletas, possui componentes anti cancerígenos.

Como usar matchá

Para usar como chá, basta ferver a água e adicionar o pó do matchá. Mexa um pouco e aguarde até que o pó tenha se dissolvido completamente.

Receitas

Aqui vão duas receitas fáceis e rápidas para se deliciar:

Brigadeiro de matchá

Ingredientes

1 lata de leite condensado

2 colheres de sopa de manteiga

2 colheres de chá do pó do matchá

Modo de preparo

Coloque os ingredientes numa panela e leve ao fogo, mantenha na altura média e mexa até pegar a consistência de brigadeiro para modelar. O ponto certo é quando o doce não cai mais da colher.

 

Molho pesto de matchá

Ingredientes

2 xícaras de manjericão fresco

1 ½ xícara de azeite de oliva

1 colher de chá do pó do matchá

2 dentes de alho picados

Sal a gosto.

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes num processador e bata tudo até obter um molho. Use nas suas receitas.