Se a tua carreira não decola, “reskilling-se!”

Calma, calma, não é nenhum palavrão!

Mas se você não gostou, então, já se entregou: você realmente precisa de um “reskilling” na sua carreira.

Se você não sabe nem o significado do termo, então é sinal que realmente precisa se aprimorar.

Se você acredita que estamos falando grego, na verdade, o termo vem do inglês: “skill” significa habilidade, capacidade.

Então, “reskilling”, nada mais é do que uma recapacitação. Se reinventar, se adaptar ao mundo digital.

Quer saber mais sobre este assunto, confira com a gente neste post.

 

 

Afinal, o que é reskilling

O mundo está mudando e o mercado de trabalho muda constantemente.

Na última década, quantas profissões e funções foram perdendo importância e até mesmo deixando de existir?

Anúncios


Quantas novas profissões surgiram do dia para a noite?

O emprego está mudando e sua carreira também vai mudar.

Se você concorda com isso e até já tem na ponta da língua uma atividade que está sendo riscada do mapa, principalmente pela questão digital, parabéns, você entendeu o que é reskilling.

 

 

Preparação para o digital

Quantas vezes ou quantas pessoas você ouviu dizer algo assim “não sou bom no computador” ou “não sei mexer nestas planilhas, neste programa” e assim por diante.

Não existe mais esta de “sei fazer tudo, só não sou bom na parte da informática ou da computação”.

Não há mais diferença, não são mais dois mundos distintos, tudo é uma coisa só!

Aí está mais um exemplo de que o reskilling é uma habilidade fundamental para quem quiser crescer na carreira profissional!

 

Reinvenção

Atualizar as habilidades é fundamental para os profissionais que quiserem continuar desenvolvendo sua carreira profissional.

A velocidade da evolução de tudo é cada vez maior. No mercado de trabalho, isso pode ser elevado à potência máxima.

É preciso se reinventar, ir em busca de conhecimento e de novas habilidades.

O profissional que se atualizar, que mergulhar também no mundo digital, vai ser um profissional valorizado no mercado. É preciso aprender equem aprende não depende.

Se você ainda não pensava nisso, saiba que está já é uma questão que preocupa metade dos CEOs do mundo.

 

Aprender, desaprender e aprender diferente

Se você nunca tinha ouvido falar disso, não tem problema, a questão é que o seu primeiro mandamento a partir de hoje deve ser priorizar aprender o trabalho digital.

E a questão não é você e todos que não querem ver suas carreiras estagnadas aprenderem a usar um novo aplicativo ou programa de computador.

Esta tecnologia de hoje pode estar obsoleta amanhã. A questão é gravar no seu DNA que você precisa, sem parar, começar a praticar e a aprender novas habilidades da era digital.

É preciso se reinventar, qualificar, aprender, desaprender para reaprender de outra forma. E assim por diante.

 

Como aplicar o reskilling na carreira?

Em primeiro lugar, mantenha-se sempre atualizado. Fique ligado em tudo o que aparece, na tecnologia e também na direção que o mercado aponte.

Faça cursos, aumente seu network. Uma das chaves é estar sempre aprendendo coisas novas, pois todos os dias surgem novidades no campo digital.

É importante conversar com colegas, conversar com líderes e participar de treinamento de equipe. Para aprender e para mudar, em primeiro lugar, é preciso querer.

E criar um ambiente favorável, seja na sua mente ou no seu local de trabalho, é essencial. É o primeiro passo.

 

Qual a importância de se reinventar

 

É preciso se aprimorar para continuar vivo.

Na regra da natureza, quando um corpo não se mexe, ele atrofia.

Da mesma forma, um profissional que não aprende, reaprende e se aperfeiçoa, fica estacionado.

Profissionais em fim de carreira, estagnados, inclusive na questão salarial, é muito comum. Mas não deixar a carreira parar, continuar crescendo na carreira está nas mãos de cada um.

Mas para isso, você precisa estar disposto a se reinventar e a se readaptar, se despir do velho e vestir o novo.