Os cidadãos brasileiros irão às urnas no dia 2 de outubro. Isso porque irão eleger presidente, governadores, senadores e deputados. No entanto, para votar, é necessário conferir se o cadastro eleitoral está em dia. Então regularize o seu título!
O prazo para regularização do documento é de 150 dias antes da realização das eleições. Ou seja, até o dia 4 de maio de 2022. A data vale como limite para quem quer solicitar a 2ª via do documento. Também vale para alteração ou transferência de domicílio. E os jovens que irão votar pela primeira vez também precisam solicitar o documento.
Por isso, de modo a evitar contratempos, é importante se antecipar!
Título cancelado
Se você deixou de votar nas últimas três eleições e não justificou a ausência, teve o seu título de eleitor cancelado. Isso porque uma resolução do TSE suspendeu o cancelamento dos títulos de eleitor a partir de janeiro de 2021 por conta da pandemia. Além de não poder votar, quem teve o título cancelado fica impossibilitado de tirar alguns documentos e se inscrever em algumas instituições. A carteira de identidade e passaporte, se inscrever em concursos públicos ou renovar matrícula em instituições oficiais/fiscalizadas pelo governo são exemplos.
Para regularizar o documento é preciso se dirigir até um cartório eleitoral e lá apresentar um documento oficial e o comprovante de residência. E no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) você encontra uma lista com os endereços de todos os cartórios eleitorais do País.
Então, o cidadão com título cancelado também precisa preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) para requisitar um novo título e fazer o pagamento dos débitos em aberto. Saiba mais e regularize o seu título!
Como regularizar o título de eleitor online 
E você também pode atualizar o seu título por meio do site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). É recomendado consultar a sua situação cadastral. Mas confira se existe alguma multa ou débito em aberto. Se esse for o caso, então ele deve gerar uma Guia de Recolhimento da União (GRU) e efetuar o pagamento.
É possível pagar a taxa por PIX, boleto ou cartão de crédito. Além disso, não se esqueça de que cada turno é considerado como uma eleição. Portanto, se o eleitor faltar dois turnos, ele pagará duas multas.
Quando quitar a guia GRU, o eleitor deverá preencher um requerimento no Título Net. É esse formulário que pode ser encontrado no site do TRE do seu estado. Após isso, deve-se enviar a documentação por foto ou digitalizada. Saiba que o site tem um aba de acompanhamento da conclusão do requerimento. 
Documentos necessários 
Então, lembre-se que o eleitor precisa digitalizar ou fotografar os seguintes documentos para regularizar seu título:

  • Documento oficial de identidade com foto. (frente e verso).
  • Comprovante de residência recente. (no caso de transferência, prazo mínimo de três meses de residência no novo endereço).
  • Comprovante de pagamento de débito com a Justiça Eleitoral. (quando houver débito).
  • Comprovante de quitação do serviço militar. Para o alistamento, o requerente do sexo masculino. (exigência a partir de 18 anos até 31 de dezembro do ano que completar 45 anos).

Também é necessário fazer uma selfie segurando, ao lado do seu rosto, o documento oficial de identificação. Esteja com o lado que contenha a foto voltado para a câmera. Não utilize qualquer adereço. Então, evite usar óculos, bonés, gorros, entre outros. Porque é proibido. 
Aliás, não se esqueça de informar pelo menos um telefone para contato. Pois, isso ajuda o juízo eleitoral entrar em contato caso a documentação enviada esteja incompleta. 
E-título
Além disso, disponível desde 2018, o E-título pode substituir o título de eleitor de papel. E o app oferece o acesso a uma via digital do título eleitoral e consulta a débitos com a Justiça Eleitoral.
Caso o eleitor já tiver cadastrado a biometria, já terá a foto. Isso facilita a sua identificação no momento de votar. Mas quem não tiver a impressão digital cadastrada, pode usar o documento de identificação com foto. Por isso, não se esqueça: regularize o seu título até 4 de maio. Então, se você quer votar, baixe o app! O E-títul já está disponível nas lojas de aplicativos para Android e iOS.